Nico Rosberg anunciou o abandono da competição

Nico Rosberg anunciou o abandono da competição

16

Nico Rosberg, Campeão Mundial de Fórmula 1 em 2016, anunciou esta sexta feira o abandono da competição, o primeiro piloto a pôr fim à carreira, logo após a conquista do título de Campeão do Mundo, desde Alain Prost, em 1993.

Num discurso emocionado antes da cerimónia dos FIA Prize Giving 2016, que teve lugar em Viena de Áustria, Nico fez o anúncio público e revelou as razões que levaram à decisão, tomada logo a seguir à conquista do título no passado domingo em Abu Dhabi.

Nico completou um total de 206 Grandes Prémios e venceu 23, o que lhe permite ocupar o 12º lugar na lista dos vencedores em toda a história da competição, a par de Nelson Piquet. Conquistou 30 pole positions (8º melhor de sempre) e 20 voltas mais rápidas.

No passado domingo em Abu Dhabi tornou-se o primeiro piloto Alemão a vencer um Campeonato do Mundo de Fórmula 1 ao volante de um Mercedes-Benz Silver Arrow.

“Ao longo dos meus 25 anos de carreira no desporto automóvel, o meu grande sonho foi sempre a conquista do título de Campeão do Mundo de Fórmula 1. Através do trabalho árduo, com sofrimento e sacrifícios, este era o meu objetivo. Agora consegui alcançá-lo. Trepei a minha montanha, cheguei ao topo e sinto-me realizado. Neste momento, o meu maior sentimento é de profundo agradecimento a todos os que me apoiaram nesta conquista.

“Permitam-me que vos diga, esta temporada foi extremamente difícil. Pressionei até aos limites em todas as situações após as desilusões dos últimos dois anos; eles estimularam a minha motivação para níveis que nunca tinha sentido. Obviamente que isso também teve impacto nas pessoas que eu amo – foi um sacrifício de toda a família para colocar tudo atrás do nosso objetivo. Não tenho palavras para expressar o meu agradecimento à minha esposa Vivian; ela foi incrível. Ela compreendeu que este era o grande ano e a nossa oportunidade para vencer e deu-me espaço para recuperar entre todas as provas, cuidando todas as noites da nossa filha, aceitar a situação quando as coisas ficaram complicadas e colocar o nosso campeonato em primeiro lugar.

“Quando venci a prova de Suzuka, a partir do momento em que o destino do título estava nas minhas mãos, começou a surgir uma enorme pressão e pensei em terminar a minha carreira desportiva caso vencesse o Campeonato do Mundo. No domingo de manhã em Abu Dhabi eu sabia que poderia ser a minha última corrida e esse sentimento deu-me lucidez antes da partida. Sabendo que poderia ser a última vez, quis desfrutar de todos os momentos da experiência… e então as luzes desligaram e a seguir fiz as 55 voltas mais intensas da minha vida. Tomei a minha decisão na segunda-feira à noite. Após refletir durante um dia, as primeiras pessoas a quem transmiti a minha decisão foi a Vivian e o Georg (Nolte, da equipa do Nico), seguidas do Toto.

“A única coisa que dificulta a minha decisão é o facto de colocar os elementos da minha equipa numa situação difícil. Mas o Toto compreendeu. Ele sabia que eu estava totalmente convencido da minha decisão e isso tranquilizou-me. O meu maior orgulho na minha carreira no desporto automóvel será sempre a conquista do campeonato do mundo com esta incrível equipa, os Silver Arrows.

“Agora estou apenas a desfrutar do momento. Vou saborear as próximas semanas, refletir sobre a temporada e desfrutar de todas as experiências futuras. Só depois irei pensar o que a vida me reserva e qual o meu próximo passo…”




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.