Villa Romana do Montinho das Laranjeiras classificada

13

A Villa Romana do Montinho das Laranjeiras, situada a 8km da vila de Alcoutim, junto ao Rio Guadiana, foi classificada em Portaria como sítio de interesse público pela Secretaria de Estado da Cultura.

As ruínas desta Villa ficaram a ser conhecidas após a “grande cheia do Guadiana”, no ano de 1876. Cumprindo ordens do Governo, o arqueólogo Estácio da Veiga realizou, em 1877, a escavação do local, mas só em 1990 se reiniciam os trabalhos arqueológicos.

A proximidade do caminho fluvial foi determinante na implementação e solidificação das comunidades na Villa e do seu desenvolvimento socioeconómico desde a época romana. Nas ruínas reconhecem-se três áreas distintas, de diferentes épocas. Da época romana, século I, a pars fructuaria, um espaço vocacionado para a atividade económica predominante, a exploração agropecuária. Do período visigótico, final do século VI e princípio do século VII, uma ecclesia, uma igreja de planta cruciforme. Por fim, da época islâmica, séculos XII e XIII, as buyut, duas habitações geminadas, que terão sido hospedarias.

A classificação da Villa Romana do Montinho das Laranjeiras, segundo a Portaria n.º 883/2013, publicada no passado dia 11 de dezembro, prende-se com a conceção arquitetónica, urbanística e paisagística, com o “testemunho notável” de vivências e factos históricos, com a sua dimensão “e o que nela se reflete do ponto de vista da memória coletiva” e com o contributo que constitui na investigação histórica e científica.

O acesso ao recinto é gratuito e encontra-se aberto ao longo do ano.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.