Ryanair volta ao ataque ao Turismo de Portugal!

15

A Ryanair volta hoje ao ataque ao Turismo de Portugal, afirmando que os compromissos contratuais no aeroporto de Faro, foram cumpridos, sem no entanto justificar o motivo porque decidiu reduzir o número de vôos previstos para o Algarve, no inverno passado.

A Ryanair afirma em nota hoje enviada às redacções, que “sempre cumpriu e continua a cumprir os seus compromissos contratuais para o Algarve, adiantando que desde que a sua base abriu em Faro, a companhia aumentou o número de passageiros de 580 mil em 2009 para mais de 1,5 milhões em 2012 além de que a Ryanair é responsável por cerca de 30% de todo o tráfego aéreo em Faro na época de inverno”.

Recorde-se que na semana passada, a companhia havia acusado o Turismo de Portugal de rejeitar um plano de expansão para o aeroporto de Faro a qual mereceu resposta imediata do Turismo de Portugal a declarar que não impediu a Ryanair de aumentar a operação no aeroporto do algarve, explicando que apenas não aceitou pagar à companhia, os valores exigidos por considerar que “não eram proporcionais”.

O assunto foi inclusivamente alvo de um comentário do secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, o qual lembrou entretanto, que o Turismo de Portugal “não faz gestão de planos de expansão de aeroportos” afirmando que “nada impede” a Ryanair de “investir em Portugal, se o deseja efetivamente”.

Na nota distribuida hoje, a Ryanair considera que, em parceria com o Turismo de Portugal, “pode fazer aumentar o turismo e o tráfego rapidamente, bem como postos de trabalho, já que o turismo é uma das poucas indústrias que irá reagir rapidamente ao estímulo”.

Fonte: Lusa




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.