Cadoiço em Festa "redescobrir a ribeira" em Loulé

Cadoiço em Festa “redescobrir a ribeira” em Loulé

12

Cadoiço em Festa, é uma iniciativa da Câmara Municipal de Loulé e da Associação Almargem, que terá lugar a 4 e 5 de Junho, com um convite a residentes e visitantes, para a (re)descoberta, nos 2 dias, participando no debate e reflexão e nas actividades de natureza.

“A ribeira do Cadouço ou Cadoiço, como é conhecida localmente, embora atravesse transversalmente toda a cidade de Loulé, é desconhecida e ignorada pela maioria da população”, daí a iniciativa que pretende dar a conhecer este curso de água, que já foi considerado um local romântico, palco de seneratas.

(…) O nome Cadouço, do latim “catucciu-” derivado do latim “catīnu-”, significa cavidade dum rochedo, e ainda pego ou lago que pode servir de esconderijo para peixes. Nasce a nordeste da cidade, no sopé do monte da Cabeça Gorda, formando um pequeno curso de água que entra pela ponte das Romeirinhas. Passa sob a cidade até ao sul onde sai numa queda de água, e onde também se pode encontrar a Fonte do Cadoiço. Perto desta fonte, formava-se antigamente um pequeno lago com peixes, cavado na rocha, que talvez tenha contribuído para a atribuição do seu nome, e vários pegos surgiam mais a sul.

Durante muito tempo este curso de água foi considerado um local romântico, onde os jovens faziam serenatas e piqueniques, sendo também utilizado para lavar a roupa, e fornecendo ainda a água indispensável para a rega e para moer toneladas de trigo nas azenhas. A importância da ribeira e dos seus afluentes é de tal ordem que foi um dos fatores mais importantes para a localização da atual cidade de Loulé.

Foi no início do século XX que a então vila de Loulé, no seu movimento de expansão para nascente, encarou pela primeira vez a ribeira do Cadoiço como um problema, já que ocupava precisamente o local onde se queria construir uma avenida (agora a Avenida José da Costa Mealha). Talvez tenha sido este o ponto de viragem em que os Louletanos começaram gradualmente a distanciar-se da Ribeira do Cadoiço, levando ao atual desconhecimento da sua existência.

O Cartaz do Evento

Este cartaz foi criado a partir do novo mural da cidade de Loulé. Este mural, pintado na Rua Dr. Francisco Sá Carneiro, pelo artista Mistik, foi realizado no âmbito do projeto dinamizado pela Divisão de Ambiente, Espaço Público e de Transportes ‘Dar Cor à Cidade’ e que desafiou vários artistas a embelezarem alguns Espaços Urbanos do Concelho.

Este mural, baseado num postal de Loulé dos anos 40 mas com uma abordagem contemporânea, representa uma das quedas de água da ribeira do Cadoiço e pretende dar a conhecer este local.

Na última década, o município de Loulé tem vindo a realizar obras de requalificação nesta zona, contudo ainda há trabalho a fazer e divulgar. Neste contexto criou-se o evento Cadoiço em Festa com o objectivo de informar e sensibilizar a população, da cidade de Loulé, sobre a importância desta ribeira e debater, em conjunto, o seu futuro, aproximando a população para a que poderá vir a ser novamente uma área de lazer e recreação a ser usufruída por todos.

Assim, no dia 4 de Junho irá realizar-se, na Biblioteca Municipal de Loulé, uma apresentação seguida de debate abordando-se o passado, o presente e os futuros projectos, na ribeira do Cadoiço, contando com a apresentação do Projecto do Parque Agrícola de Loulé. À noite decorrerá a primeira saída de campo para observação de animais noctívagos.

Por sua vez, o dia 5 de Junho, que coincide com o Dia Mundial do Ambiente, será repleto de actividades de natureza, na zona sul da Ribeira do Cadoiço, nomeadamente:

 Passeio para Observação e Identificação de Aves
 Passeio de Identificação da Flora
 Cadoiço, muito mais do que uma Ribeira – Percurso Geológico
 Percurso Pedestre Ambiental
 Monitorização da Qualidade Ecológica da Água
 Anilhagem de Aves
 Atividades para Crianças
 Atividades Pais e Filhos

O evento conta com a parceria de várias entidades: Agência Portuguesa do Ambiente, Águas do Algarve, Centro Ambiental de Loulé e da Pena, Geo Walks & Talks e a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve.

As inscrições, são gratuitas, mas obrigatórias e encontram-se disponíveis no formulário online. Mais informações em www.almargem.org e www.cm-loule.pt.(…)




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.