Autarcas Algarvios apreensivos com o encerramento de serviços

7

Os Autarcas Algarvios mostram-se apreensivos com o sucessivo encerramento de serviços públicos na região, com perda de poder de influência, excesso de concentração no poder central que desconhece as realidades regionais.

Segundo o comunicado da AMAL, a falta de poder de decisão no Algarve, com os vários serviços a encerrar, como é exemplo a recente situação vivida na Direção Regional de Educação, vem segundo a AMAL, “reforçar a problemática que afeta a região”.

“As medidas lançadas pelo atual governo, nomeadamente as ações de redução e reorganização de serviços públicos, que tem vindo a ser feitas nos últimos meses, levam as estruturas regionais a perder poder e capacidade de influência nas decisões políticas”, diz-se no comunicado daquela entidade.

“Com estas medidas os autarcas algarvios, consideram que ao não serem ouvidos, lhes é recusada a possibilidade de representar em primeiro plano, as populações algarvias que representam”

O comunicado da AMAL encerra com a afirmação de que o poder local se vê deste modo muito mais fragilizado, com a perda de serviços, redundando numa concentração excessiva de poder em lisboa, “distante dos problemas reais e das necessidades que afetam o Algarve e a comunidade regional”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.