Mercado Municipal de Faro celebrou o 10º Aniversário

Mercado Municipal de Faro celebrou o 10º Aniversário

20

O Mercado Municipal de Faro celebrou o 10º aniversário na passada quarta feira (8) dia 8 de Fevereiro, em ambiente de alegria e confraternização, entre utentes e operadores.

A comemoração, que contou com diversos momentos culturais, ficou marcada pelo anúncio do Presidente da Câmara Municipal de que, dez anos depois de ter aberto as suas portas na atual configuração, o Mercado vai finalmente receber um sistema global de climatização e ar condicionado.

O investimento, a suportar pela empresa municipal Ambifaro, gestora do mercado, será de cerca de 80 mil euros, sendo de esperar que, até ao Verão estejam já a funcionar todas as máquinas. O projeto visa tornar mais agradável a experiência de estar no Mercado para todos os visitantes e operadores, minimizando assim a problemática do défice de circulação de ar e da alta temperatura, que por vezes se fazia sentir nos dias mais quentes de Verão.

A par com esta boa notícia, foi ainda inaugurada a exposição “Raízes do Mercado”, uma mostra de placards que vem “humanizar” as paredes deste equipamento municipal com as fotografias dos operadores, a que se soma uma frase identitária de cada um deles.

No ano em que cumpre 10 anos de vida, o mercado vê estabelecerem-se novas valências, que contribuem para alargar o leque de ofertas de produtos e serviços, bastante abrangentes, com destaque para as recentes aberturas de um posto dos CTT e de uma lavagem automóvel no piso -2 do estacionamento.

A Ambifaro tem estado a desenvolver uma política de sustentabilidade e de responsabilidade ambiental neste edifício. Em 2016 procedeu à substituição de toda a iluminação do Mercado por tecnologia Led conseguindo uma redução significativa no consumo de energia.

Também em 2016, a Administração do Mercado decidiu desenvolver uma parceria com a Algar SA para a recolha seletiva de lixo, permitindo que cerca de 20 toneladas de resíduos, que de outra forma seriam desperdiçados e encaminhados para aterro, passassem a ser direcionados para processos de reciclagem e reutilização.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.