Astroturism Society especialista em turismo de astronomia!

45

Os céus do Alentejo inspiram ao lançamento de um modelo embrionário de turismo, dirigido a um nicho que é bem capaz de ter energia para se desenvolver, partindo do princípio básico, que existem milhões de entusiastas, interessados em perscrutar os segredos do firmamento, de forma organizada, aproveitando o lazer para incursões científicas, nesta indissociável ligação da terra aos Astros

A recente criação em Évora da Astroturism Society, uma empresa que pretende desenvolver a astronomia no plano turistico, com raízes no Alandroal, onde foi criada a primeira “Reserva Dark Sky” mundial, é apenas um embrião, mas que terá concerteza, um futuro promissor, se tivermos em conta a existência de todo um conjunto de fatores, que podem contribuir perfeitamente, para a concretização do sonho dos seus fundadores.

O projeto nasceu pela dinâmica de Apolónia Rodrigues que é presidente da Genuineland, uma rede europeia de turismo de aldeia e de Eduardo Fayos-Solà, presidente da Ulysses Foundation e antigo secretário-executivo na Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas, que tem no seu horizonte, “levar a ciência ao público”, com experiencias envolventes, dirigidas a curiosos, entusiastas e apaixonados pelas estrelas, “criando destinos em que o céu é a atracção principal”.

(…) A Astroturism Society pretende contribuir para o enriquecimento e aprofundamento da ligação Turismo e Ciência, tem sede em Portugal, é de âmbito internacional e tem como missão fomentar o aprofundar do conhecimento e a componente emocional da ciência, utilizando o Turismo como instrumento.(…).

Para além dos seus fundadores, o projeto já está ligado a um grupo de especialistas de várias áreas científicas, como o são a astrofísica, a engenharia e geologia, turismo,  natureza, ergonomia e astrofotografia.

E como a experiência nos ensinou que as conjunturas adversas aguçam o engenho, já diz o ditado popular, a idéia é brilhante, porque se trata de um nicho cujo valor qualitativo, pode produzir resultados muito interessantes, capazes de influenciar economica e culturalmente a região, que tem todas as condições como destino turístico nesta especialidade, mesmo sabendo que o horizonte da Astroturism Society, está para lá do Alentejo.

Carlos Santomor




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.