Taxa de ocupação hoteleira no Algarve cresce na Páscoa - Algarlife Taxa de ocupação hoteleira no Algarve cresce na Páscoa - Algarlife
Taxa de ocupação hoteleira no Algarve cresce na Páscoa

Taxa de ocupação hoteleira no Algarve cresce na Páscoa

O Algarve prepara-se para uma Páscoa com uma ocupação hoteleira, já próxima da verificada no longínquo ano de 2019, antes do covid ter condicionado a vida dos cidadãos. Segundo dados divulgados pela Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turisticos do Algarve (AHETA), referentes ao mês de março passado, apresentam as seguintes variações.

A taxa de ocupação quarto foi 45,6%, 6,1p.p., abaixo do valor registado em 2019 (-11,7%) e próximo do registado em 2015. Já comparativamente a 2021, a ocupação média subiu 40,4p.p. (+765%).

Os principais mercados foram o britânico, com 31,3% das dormidas, seguido pelo nacional (14,5%), alemão (11,9%) e holandês (10,7%). Refira-se que o Carnaval este ano, foi no dia 1 de março e em 2019 no dia 5.

Perspetivando a Páscoa, o nível de reservas para a quadra é de 63% (±3p.p.), sensivelmente o mesmo valor que o verificado em 2019 (-1%, ±3p.p.). A estadia média prevista é de 3,9 noites.

Também se regista um aumento no número de cancelamentos face a 2019, provavelmente devido à mudança do mix na origem das reservas: mais clientes diretos, menos operadores tradicionais, mais plataformas de reservas sem penalização de cancelamento.

Neste momento, cerca de 50% das reservas são de Portugueses, seguidas pelas reservas do Reino Unido e da Espanha.
Ainda não há registo do impacto da inflação no aumento dos preços no alojamento nem em quebra de reservas. Em média, há uma expetativa de um aumento nas ocupações de 3% face ao verão de 2019.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »