Taxa de ocupação hoteleira no Algarve cai e Março

Taxa de ocupação hoteleira no Algarve cai e Março

44

O setor hoteleiro algarvio, a força motrix da economia da região, vê caír a pique as taxas de ocupação, resultante da propagação do COVID-19, um forte golpe para empresas e profissionais, com atividade reduzida a zero.

Dados provisórios divulgados pela AHETA, em Março, a taxa de ocupação global média por quarto, foi de 28,6%, 45,8% abaixo do valor verificado em 2018, o registo mais baixo desde sempre para o mês de março.Os mercados que mais contribuíram para a descida verificada foram o nacional (-54,5%), o alemão (-51,7%) e o britânico (-48,9%).

O volume de vendas diminuiu 29,8%. Desde o início do ano a taxa de ocupação quarto regista uma descida média de 13,8% e o volume de vendas uma descida de 1,4%, impulsionada

Ao longo do mês de março, cerca de 60% da oferta disponível encerrou devido à pandemia do COVID-19. Cerca de 10% encerrou em 1 de abril, enquanto a generalidade da restante oferta também se preparava para o fazer.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.