Portugal: País das Maravilhas a nova Revista do Boa Esperança

58

pais das maravilhas250 _mnO Boa Esperança leva à cena, a Revista à Portuguesa “Portugal: País das Maravilhas”, que estreia na sala da coletividade em Portimão, no próximo dia 13 de fevereiro, a partir das 21h00.

Com um elenco, onde a “beleza escasseia, mas o talento abunda”, segundo Carlos Pacheco o líder do grupo, o Boa Esperança, mantém viva a tradição e apresenta mais um espetáculo que carateriza de “espetacular, fenomenal, hilariante, “gozona”, “sexy” e ”boa” Revista à Portuguesa.

Em palco vai estar a atualidade política e social do país e do mundo, que inspiram a edição de 2015 deste popular espetáculo que é sinónimo de contagiante boa disposição, procurando manter a qualidade de sempre.

“Eu quero um Banco Bom”, ouve-se no julgamento, onde D. Inércia e Cristiano Ronaldo gritam alto e bom som. “Jokinha Cabeleireiro” é um cabeleireiro VIP, onde até o Sócrates vai, porque gosta de andar chique. “Na prisão é um Descanso”, vamos até Évora, para falar com o preso do ano e acabamos a falar no Cante Alentejano. À igreja da salvação, todos se vão confessar, já diz o povo “Ajoelhou tem que Rezar”. Num “WC Público”, onde tanta gente se vê, ficamos a saber o que falam os homens, quando estão no WC. Agora que os concursos estão na moda, “Achas que sabes Gamar”, é o novo concurso que não podia faltar.

A fadista Algarvia, Adriana Marques canta “Paleta de Cores”, onde são lembrados pintores famosos, entre eles Júlio Amaro, pintor algarvio que colaborou com a nossa Revista, e dá também voz ao fado de homenagem a “Ivone Silva”, a mais completa atriz de sempre da Revista. Termina com “Revista sempre Revista”, cheia de brilho, cor e beleza, numa esplendorosa Apoteose à Revista à Portuguesa.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.