Porto de Portimão cresce em Cruzeiros e Passageiros

19

O registo de um crescimento no porto de Cruzeiros de Portimão, vem confirmar que vale a pena apostar na melhoria das condições de acesso dos navios, tendo em conta os dados relativos a 2013, que apontam para um aumento de passageiros na ordem dos 8,8% e de 16,6% em escalas.

Apesar da conjuntura, Portimão viu o tráfego de passageiros e navios aumentar, com benefícios para a cidade mas também para a região e sobretudo para a marca Algarve, motivos mais do que suficientes para que se cocretizem as promessas, no sentido de permitir o acesso de navios de maior calado.

Portimão entrou em 2013 em seis novas escalas, realizadas pelos navios de cruzeiros “Tere Moana” da companhia Paul Gaugin,  “Quest Adventure” da Saga Cruises, “FTI Berlin” da FTI Cruises, “Artania” da Phoenix Reizen e os novíssimos e luxuosos navios “Europa 2” da Hapag-Lloyd e  “L’Austral” da Compagnie du Ponant.

Segundo informação da autarquia, para 2014, já estão agendadas 37 escalas e uma previsão de mais de 20 mil passageiros, com destaque para as escalas inaugurais dos navios “Lisboa” e “Azores” da companhia de cruzeiros nacional Portuscale Cruises, nos meses de agosto e de setembro.

Portimão aguarda pelos investimentos considerados essenciais para o crescimento do seu porto, nomeadamente a implementação de um canal de navegação com 250 m de largura útil, o aprofundamento do canal, o alargamento da bacia de rotação frente ao cais comercial, o prolongamento do próprio cais e existência de um rebocador.

Recorde-se a propósito, que ainda recentemente a Câmara Municipal dirigiu uma nota ao Governo solicitando a afetação de um rebocador permanente, com potência adequada, ao porto.

Refira-se que os investimentos previstos a serem concretizados, permitirão um crescimento sustentado das escalas e do número de passageiros no porto de Portimão, que poderão atingir, os 250 mil/ano, se criadas as condições, para a entrada e atracagem de navios de capacidade superior a 2.500 passageiros.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.