Oito Tradições da passagem de ano no Brasil - Algarlife Oito Tradições da passagem de ano no Brasil - Algarlife
Oito Tradições da passagem de ano no Brasil

Oito Tradições da passagem de ano no Brasil

A passagem de ano é uma altura de celebração em todo o mundo, com tradições características de cada lugar. No Brasil, há várias cerimónias que se mantêm há anos – e que, como tal, fazem agora parte dos lugares e da população brasileira, mas que passam também para os turistas que aí escolhem celebrar o novo ano.

A seguir, estão algumas das maiores tradições para a passagem de ano brasileira. É importante dizer que há várias outras espalhadas por todo o país. Cada região tem suas especificidades e essa diversidade é uma das maiores características do Brasil.

VESTIR ROUPA BRANCA

Uma das tradições mais fortes no Brasil é vestir roupa branca durante a passagem de ano. O branco simboliza a paz e é uma cor muito utilizada em rituais que envolvem momentos de transição e espiritualidade.

SALTAR SETE ONDAS

Na viragem da meia noite, é tradição saltar sete ondas. A cada salto, deve agradecer-se ou fazer um pedido para o ano que aí chega.

OFERTAS A IEMANJÁ

Iemanjá é considerada uma entidade que protege as águas. Por isso, nas cidades costeiras, é costume pedir a Iemanjá proteção e paz para o ano seguinte – através de ofertas, que são frequentemente itens de beleza (como espelhos e colares), mas também rosas brancas. Esta tradição é mais forte nos Estados da Bahia e Rio de Janeiro.

COMER LENTILHAS

As lentilhas são uma escolha popular para os jantares de Réveillon, uma vez que se acredita que comer este alimento na virada do ano pode trazer sorte e boas energias.

UTILIZAR ROUPA INTERIOR COLORIDA

Se, por um lado, é tradição do ano novo vestir roupa branca, no caso da roupa interior a regra é bem diferente: existe um significado diferente para cada cor escolhida na noite de Ano Novo. Vestir branco traz paz, o rosa traz amor, o amarelo traz riqueza, o verde traz esperança e o azul traz boa energia e prosperidade.

COMER ROMÃ

As sementes de romã são vistas como forma de atrair prosperidade e abundância. Normalmente, deve-se comer apenas a polpa da romã – o que envolve as sementes, sem mastigar ou engolir as sementes em si. Depois disso, deve guardar-se sete sementes embrulhadas em papel até a décima segunda noite (6 de janeiro) do ano. Depois, ainda se deve colocar as sementes na carteira, para atrair dinheiro.

COMER DOZE UVAS

Em Portugal, comemos passas; no Brasil, comem-se uvas durante a passagem de ano. Diz-se que se deve ingerir uma uva a cada batida do relógio – uma de cada vez, ao mesmo tempo que se pede um desejo, até um total de 12 uvas que representam cada mês do ano. A tradição diz que, assim, se atrairão boas energias para o próximo ano.

BRINDAR COM ESPUMANTE

À semelhança do que acontece em Portugal, é muito comum no Brasil brindar e beber um copo de espumante no primeiro minuto do ano novo – como forma de comemorar o ano que chega e atrair prosperidade financeira.

Os festejos de final de ano refletem as mais variadas tradições, costumes e superstições, que diferem de país para país. No entanto, as 12 badaladas unem a generalidade dos países e, um pouco por todo o mundo, deseja-se, acima de tudo, prosperidade e sorte, para receber o novo ano.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »