"O OUTRO ALGARVE" no New York Times! - Algarlife "O OUTRO ALGARVE" no New York Times! - Algarlife

“O OUTRO ALGARVE” no New York Times!

O New York Times publicou na passada sexta feira, pela pena de SETH SHERWOOD, um extenso artigo sobre o Algarve em duas versões, o Algarve da multidões e o Algarve menos conhecido, mas desde logo o preferido do jornalista.

SETH SHERWOOD andou pela Praia da Rocha, foi a Silves, Lagos e Vila do Bispo, visitou a Aldeia de Pedralva, esteve em Tavira, conversou com nacionais e estrangeiros residentes, tomou notas, levou imensos apontamentos e até elogiou a EVA, a empresa de transportes do Algarve, que utilizou para se deslocar em alguns percursos.

Neste extenso artigo, SETH descreve os lugares por onde passou, interessado nos aspetos históricos, refere a ascendência, a influência, descreve as gentes, os usos e costumes que que ainda persistem, apesar dos tempos e percebe-se que ficou encantado com a gastronomia, os serviços e as respostas que obteve, porque em nenhuma linha sublinha, que tivesse ficado menos agradado fosse com o que fosse.

Nas recomendações para os seus leitores, para além da EVA, faz referências elogiosas ao alojamento, aos sítios onde comeu e petiscou, aos locais e às curiosidades, referindo-se por exemplo, aos azeites, compotas, chocolates, vinhos, licores, conservas de peixe e outras iguarias, do Ex-Libris Gourmet na Rua 5 de Outubro em Tavira.

Descreve os aspetos mais e menos  interessantes na Praia da Rocha, sendo significativa a referência ao excesso de pints da Guinness, em todos os lugares por onde passou, ficou encantado com Silves, a história, a arquitetura e a urbanidade, andou à boleia a caminho da Praia do Amado e dormiu na Aldeia da Pedralva, onde destacou a total ausência de ruido stressante, longe das multidões, sem rede de telemóvel, numa casa com séculos, recuperada pelo sonho do seu mentor.

Um bom trabalho de SETH SHERWOOD, jornalista que percorre o mundo, por cantos e recantos sempre na expetativa de ser surpreendido, um perfeito conhecedor dos balanços do turismo mundial, o que nos deixa muito mais satisfeitos, pelo prazer de saber que somos vistos e apreciados, pelos olhos e pela pena de um expert, habituado a ver.

Link p/ o Artigo de SETH SHERWOOD: New York Times “The Other Algarve




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.