O Algarve tem estratégia para melhorar a época turistica - Algarlife O Algarve tem estratégia para melhorar a época turistica - Algarlife

O Algarve tem estratégia para melhorar a época turistica

O Algarve tem estratégia para trazer mais turistas à região e atenuar a sazonalidade, com a abertura de novas rotas para Faro, potenciando a época turística nos meses intermédios, afirmou Carlos Luís, Presidente da Associação de Turismo do Algarve, em declarações à Agência Lusa.

Segundo aquele responsável pela promoção externa do destino: “As rotas que temos estado a tentar abrir e temos aberto algumas, são rotas que alargam a estação alta, alargam nos pontos médios da estação para termos mais voos, que em princípio, trarão mais turistas para o Algarve”.

Madrid, Aberdeen, Cardiff, Estugarda, Colónia, Lyon, Nantes e Memmingen na Alemanha, são as novas rotas em funcionamento, em regime de baixo custo, regular ou ‘charter’.

Referindo-se aos dados oficiais, Carlos Luis afirma que aqueles “indicam que durante os meses intermédios aquelas rotas têm atraído mais ingleses, alemães e franceses, comparativamente a turistas de outras nacionalidades”.

Ainda segundo a agência Lusa, Elidérico Viegas o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), afirma que: “Este ano, temos um aumento médio nas ocupações relativamente ao ano anterior de cerca de 2% até ao final do mês de abril, mas, no mês de maio, tivemos uma subida de 5,2%, o que significa que os grandes aumentos vão-se dar precisamente entre abril/maio e setembro/outubro, nos dois meses laterais à chamada época turística”

Comparando com 2014, Elidérico Viegas adianta que “temos um aumento da procura desde o início do ano de 3,2% em termos acumulados e isso, naturalmente, resulta do transporte aéreo”

Pelos dados da Associação de Turismo do Algarve (ATA), até ao final do ano deverão estar a funcionar nove novas rotas diretas para o Algarve, além de três novas operações de escala e reforço de 12 outras rotas.

Carlos Luís explicou que com estas 24 ligações ao aeroporto de Faro, passa a existir a possibilidade de receber mais 157.861 passageiros por ano, além dos quatro milhões habituais.

Referindo-se às várias rotas para o Algarve que têm sido canceladas no final dos incentivos de lançamento, por alegada falta de rentabilidade, o Presidente da Associação de Turismo do Algarve, considera que a abertura de novas rotas deve ser acompanhada de uma estratégia de promoção nos mercados alvo, para ajudar a afirmar esses voos.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.