Mensagem da Presidente da Autarquia de Silves ao Municipes! - Algarlife Mensagem da Presidente da Autarquia de Silves ao Municipes! - Algarlife

Mensagem da Presidente da Autarquia de Silves ao Municipes!

Aproxima-se a quadra natalícia e, com ela, mais um final de ano. Independentemente da religião que cada um possa professar, é tempo de dedicarmos energia a refletir, por tradição mas, mais importante, por bússola interior, de quem procura saber como ser humano, e parte integrante deste mundo, de onde vem e para onde vai.

Vivemos em sociedade mas cada um de nós continua a ser um indivíduo único, com uma história particular, sonhos, desejos e aspirações específicas. Para vivermos em harmonia é necessário sabermos equilibrar as nossas necessidades individuais com as do contexto social em que vivemos e em que queremos viver.

Desde que nascemos, somos ensinados a comportar-nos e a moldar-nos à cultura e especificidades organizacionais desse contexto. Contudo, num mundo cada vez mais global as sucessivas crises económicas e sociais alastram-se além-fronteiras, de ocidente a oriente, sem olhar a raças e a religiões.

Pedem a cada um de nós para encararmos o mundo onde vivemos como um organismo vivo, numa dialética local-global, em que as decisões que tomamos a nível individual, ou numa dada organização, afetam todos à volta. Por exemplo, conseguimos ver isso nas nossas famílias, quando alguém toma uma decisão emocional ou económica que depois molda a forma como toda a família se organiza ou estrutura.

Estamos todos interconectados. O mesmo se observa na política, essa arte da organização do dia-a-dia que todos praticamos mas que, devido ao ruído dos meios de comunicação social e algumas más práticas, aprendemos a ver como a profissão de alguém, e normalmente alguém que é caracterizado como sendo de pouca confiança.

Uma das maravilhas de se ser humano é que podemos sonhar e por isso construir novos mundos, somos sujeito e instrumento que possibilita mudar as nossas próprias condições de existência, claro, possibilidade mais concretizável quando o esforço é além de individual, coletivo.

O Natal é um tempo especial, durante o qual as tradições, a sua preservação, a família e o serviço aos outros ganham particular relevo. O Natal é o tempo em que todos olhamos para os outros e buscamos no olhar que se cruza, uma resposta para tantas inquietações: como fazer para ajudar, como acolher, como estar presente na vida de quem precisa de um conforto? … Como ser homem no meio dos homens, contribuindo positivamente para o bem comum? … É um tempo de questionamento, mas é, também, um tempo de ação, já que a presença ao lado de quem precisa de um abraço amigo é a medida certa para o início de uma transformação, tanto interior como exterior, uma transformação marcada pela esperança de construir um mundo mais justo e solidário. Uma transformação que tem de ser feitas por cada um de nós, para se tornar viva nos gestos concretos que todos podemos pôr em prática.

O Ano Novo é como a primeira página de um livro em branco, para o escrevermos é importante percebermos quais são os nossos desejos, pensarmos que objetivos queremos estabelecer, eles dão-nos uma direção consciente e mobilizam as nossas ações para a sua concretização.

Faço, por isso, votos que escrevamos em 2015, pessoal e coletivamente, um livro de concretizações coletivas, participação democrática, justiça e progresso social.

Desejo a todos os meus concidadãos e respetivas famílias um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo, repleto de amor, saúde e muitas alegrias.

Somos nós, com cada olhar, com cada gesto, com cada ação, que construímos um mundo melhor! A ESPERANÇA SOMOS TODOS NÓS!

A Presidente da Câmara Municipal de Silves
Rosa Cristina Gonçalves da Palma




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »