Maior Dinamismo no Mercado Imobiliário de Turismo! - Algarlife Maior Dinamismo no Mercado Imobiliário de Turismo! - Algarlife
Maior Dinamismo no Mercado Imobiliário Turistico!

Maior Dinamismo no Mercado Imobiliário de Turismo!

O investimento imobiliário no mercado do turismo em Portugal, no ano de 2015, é apontado pelos analistas como histórico, o que tem promovido a chegada de novos operadores.

Segundo a mais recente Análise do Mercado Imobiliário em Portugal da CBRE, a hotelaria portuguesa registou um crescimento muito significativo, nas dormidas e no aumento dos preços médios por quarto, com o número total de dormidas em Portugal, a atingir um novo recorde de 48,9 milhões em 2015, um crescimento de 6,7% face ao período homólogo do ano anterior.

O bom desempenho do setor hoteleiro refletiu-se igualmente num total de 1.780 milhões de euros de proveitos de aposento, o que representa um acréscimo de 15%, face ao período homólogo, ou seja, uma variação superior à verificada nas dormidas.

O Algarve continuou a liderar o número de dormidas, seguido da região de Lisboa, com uma contribuição de 35% e 25% respetivamente. Contudo, os Açores registaram o acréscimo mais significativo com um aumento de 20% nas dormidas. Este bom desempenho foi suportado, na sua grande maioria, pela introdução de novas rotas aéreas, eventos internacionais e melhoria da imagem e valorização da marca Portugal e, particularmente, de Lisboa no contexto internacional.

Em setembro de 2015, a capital havia já registado 7 milhões de dormidas, apresentando um crescimento de 8,4% face ao mesmo período de 2014. A CBRE contabilizou a entrada de 21 hotéis em Lisboa em 2015, três vezes mais aberturas que no ano anterior.

Cristina Arouca, diretora de Research e Consultoria da CBRE, comenta “o contínuo dinamismo do setor do turismo potencializa a atratividade de Lisboa, atraindo novos operadores e incentivando outros à expansão. É, por isso, esperado um aumento do investimento no setor hoteleiro, quer pelo desenvolvimento de novas unidades, quer pela aquisição de outras já existentes.”

Link para o estudo completo da Consultora CBRE.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »