Lagos evoca Grande Guerra com iniciativas alusivas! - Algarlife Lagos evoca Grande Guerra com iniciativas alusivas! - Algarlife

Lagos evoca Grande Guerra com iniciativas alusivas!

No ano em que se assinala o Centenário da I Guerra Mundial, o Município de Lagos preparou um programa diversificado de iniciativas sob o lema “A Guerra pela Paz”, que se estende até dezembro e que integra sessões de cinema, conferências, ações de sensibilização e exposições. A evocação do Centenário, a nível nacional, tem início já no dia 19 de outubro.

À 11.ª hora do 11.º dia do 11.º mês daquele ano de 1918 entra em vigor, finalmente, um armistício entre os Aliados e as Potências Centrais. Assinado seis horas antes na carruagem ferroviária do marechal francês Foch, estacionada na floresta de Compiègne, c. de 80 km de Paris, assinala o termo oficial da Primeira Guerra Mundial, após 4 anos, 3 meses e 9 dias de combates.

O evento “A Guerra pela Paz” organizado pela Câmara Municipal de Lagos, através da Biblioteca Municipal de Lagos, e pelo Núcleo de Lagos da Liga dos Combatentes, pretende dar enfoque à ideia da Paz e da necessidade imperiosa da sua defesa, da “guerra por ela”. Daí a intencionalidade da data escolhida para início do programa – precisamente 11 de novembro – o dia do Armistício.

Simultaneamente, esta iniciativa pretende acrescentar conteúdo cívico, memória histórica e dimensão humana às evocações militares que decorrerão em várias cidades portuguesas, durante o mês de outubro 2014. Em Lagos, esta Evocação Militar decorre já no dia 19 de outubro, na Praça Luis de Camões, junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, pelas 11h30, e contará com intervenções oficiais, deposição de uma coroa de flores e descerramento de placa evocativa do centenário. A cerimónia será precedida de um momento cultural apresentado pela Academia de Música de Lagos e pelo Teatro Experimental de Lagos.

A programação da iniciativa “A Guerra pela Paz”, a decorrer entre 11 de novembro e 13 de dezembro, constará da apresentação de um ciclo de cinema no Centro Cultural de Lagos, “Da Linha da Frente – registos insanos”, da realização de um ciclo de conferências na Biblioteca Municipal de Lagos “Fomos nós que fomos”, contando com a presença de reputados investigadores nacionais, e às quais associamos os “Dias da Memória”, projeto português e europeu de resgate e construção da memória e da identidade, nacional e europeia e, finalmente, da organização de uma exposição estruturada em 2 núcleos, um museológico e iconográfico – “Memórias da Grande Guerra”, patente no Armazém Regimental de Lagos, fotos e peças cedidas pela Liga dos Combatentes e pela Direção de História e Cultura Militar, e um núcleo bibliográfico – “A escrita da Grande Guerra”, em exibição na Biblioteca Municipal de Lagos, mostrando o seu acervo documental disponível sobre esta temática.

Decorrem, ainda, dois tipos de ações de natureza pedagógica destinadas a alunos do 9.º ano ao 12.º ano das escolas do concelho: palestras sobre a Grande Guerra, em novembro, realizadas pelo Núcleo da Liga dos Combatentes de Lagos, e exibição de filmes temáticos, cedidos pela BML, nos meses de novembro e dezembro.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »