Lagoa dos Salgados, alvo de trabalhos de requalificação!

9

A Lagoa dos Salgados vai ser alvo de trabalhos de requalificação, entre  Setembro  e março, afim de melhorar a utilização sustentável daquela zona húmida, assegurando a continuidade da funções ecológicas que lhe estão associadas.

O projeto visa dar resposta à perturbação decorrente da atividade e presença humana na lagoa e zona envolvente, às limitações do habitat lagunar para a avifauna, ao comportamento hidrodinâmico incerto e à valorização dos recursos hídricos e dos ecossistemas aquáticos, criando as condições para a fluição pública desses espaços.

Segundo o comunicado das Águas do Algarve, as principais ações incluídas na empreitada, são a formalização de um caminho pedonal na margem direita da lagoa, balizado por toros de madeira, com proibição de veículos motorizados e criação de condições para a existência de pontos de observação informais da lagoa, devidamente protegidos.

A obra intervirá ainda na modelação dos fundos para criação de alguns fundões e ilhotes, aumentando a diversidade de zonas de abrigo e de nidificação para a avifauna, melhorará a extensão do plano de água atual mediante a construção de um açude-ilha no extremo norte da zona húmida e procederá à plantação de espécies arbustivas autóctones típicas destes ecossistemas, ao longo de um corredor de cerca de 4 metros de largura, marginal à lagoa.

O desenvolvimento dos trabalhos na zona lagunar obriga ao rebaixamento da cota da água, o que será conseguido mediante a abertura temporária da barra de ligação da lagoa ao mar. Esta intervenção será efetuada através da abertura da barra no final da tarde do dia 18 de setembro e o seu fecho nas primeiras horas da manhã do dia seguinte, 19 de setembro.

Face ao histórico de análises da água da lagoa, com boa qualidade, não se antecipa a necessidade de interdição ou restrição do banho na praia dos Salgados (Albufeira) após a operação de encerramento da barra.

O valor total da empreitada, que incluiu a concessão e construção da conduta elevatória CE3 e a requalificação do habitat lagunar, é de um milhão de euros.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.