Feijoada de batata doce de Aljezur! - Algarlife Feijoada de batata doce de Aljezur! - Algarlife

Feijoada de batata doce de Aljezur!

A batata-doce é uma planta rústica, de fácil adaptação e cultivo, com elevada tolerância às secas com baixo custo de produção. Tem caule tenro, que se desenvolve ao nível do solo, impedindo a erosão e o crescimento de plantas daninhas. As raízes são tuberosas e variam de forma, dimensão e coloração, dependendo do terreno e do meio ambiente em que são produzidas.

A Batata doce tem inúmeras aplicações, não só ao nível da culinária em geral, por ser um importante aporte para inúmeros pratos e receitas, mas é na doçaria que se destaca mais, possibilitando a criação de uma multitude de receitas que de uma forma ou outra, fazem a delícia dos apreciadores.

Há hoje no mundo verdadeiros especialistas na confeção de doces à base de batata doce e regiões que fazem deste tubérculo a sua mais valia económica, pelas características do terreno, do ambiente e preferência das populações.

No Algarve encontra-se batata doce um pouco por toda a parte, mas é em Aljezur que se organiza uma festa muito especial, com honras de Festival, onde a Batata doce é apresentada nas mais diversas formas, para satisfação dos inúmeros adeptos, que ali se deslocam todos os anos.

É exatamente a partir da idéia de um amigo de Aljezur e respeitando a sujestão publicada no site da sua Junta de Frequesia, que hoje publicamos uma receita muito simples, mas que depois de confecionada a preceito, nos faz ficar por ali um bom par de horas, a respirar o prazer de ter comido uma boa feijoada de  batata doce, na companhia de um par de amigos, que fazem deste tubérculo o seu modo de vida.

Feijoada de batata doce de Aljezur

Ingredientes:

» 300 g de feijão Encarnado
» 300 g de feijão Catarino
» 1 kg de chispe e entremeada
» 1 Chouriço encarnado
» 1 Chouriço preto
» 3 Batatas doces grandes

Confecção:

Primeiro deve cozinhar o feijão, a carne e o chispe na mesma panela. Depois de cozidos deixe-os a descansar e avance para o refugado, supondo-se que já tem as batatas cortadas em troços pequenos e os chouriços cortados às rodelas.

Chegou o momento de preparar o refugado, começando por adicionar um pouco de azeite num tacho, mais um naco de banha de porco, uma cebola grande mas picada e por fim junta-lhe quatro dentes de alho.

Deixe refugar.

Depois do refugado estar pronto, junte-lhes então os chouriços cortados às rodelas, a carne, o chispe e o feijão previamente cozinhados, seguem-se as batatas em troços pequenos e por fim adiciona-se a àgua onde cozeu o feijão e a carne.

Rectifique os temperos e se precisar pode acrescentar um pouco mais de água.

Deixe cozer a batata e apurar.

É simples, fácil e quando feito com alma, é um pequeno manjar, digno das melhores intenções. Aproveite e faça bom proveito.

Carlos Santomor
Fontes: Vizinho do Zé Elias e J.F.Aljezur




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.