Faro distinguida com o estauto de Cidade Excelência

Faro distinguida com o estauto de Cidade Excelência

18

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Faro, foi na passada terça feira, palco da cerimónia de entrega ao Municipio, da “Bandeira – Cidades de Excelência”, atribuida pela Rede de Cidades e Vilas de Excelência, como reconhecimento público do trabalho que a autarquia tem vindo a desenvolver, no âmbito da qualificação da cidade.

Faro distinguida Cidade Excelência  /  crd claudiavargues

Faro Cidade Excelência / crd claudiavargues

Atribuição da Bandeira pela Rede de Cidades de Excelência, nível II, distingue as práticas inovadoras nos eixos da mobilidade pedonal e ciclável e de regeneração urbana.

Para Paula Teles, responsável pela Rede, “a distinção assenta no grau de evolução da implementação do Plano de Ação Local proposto pelo Município, incidindo nos eixos, Cidade com Mobilidade Ciclável ou Pedonal e Cidade de Regeneração e Vitalidade Urbana”.

O Município de Faro candidatou, a 27 de abril, o seu Plano de Ação para a Regeneração Urbana – PARU, ao CRESC Algarve. Este plano contempla diversas ações de reabilitação e qualificação do espaço público e do parque edificado com valor patrimonial, envolvendo um investimento total que ultrapassa os 20 milhões de euros, dos quais perto de 2 milhões, correspondem a investimento público.

No que diz respeito à mobilidade pedonal e ciclável, a Rede destacou o projeto do Itinerário Turístico Acessível em Faro. Um projeto que “sequencial em relação aos trajetos que se pretendem intervencionar no âmbito do PARU, que visa garantir um percurso turístico acessível e atrativo, capaz de promover uma experiência de autonomia pela Cidade de Faro”, que a autarquia pretende implementar no biénio de 2017 e 2018.

Já no que respeita ao eixo da regeneração urbana, a Rede realça o PARU enquanto instrumento de acesso aos apoios financeiros comunitários para a regeneração urbana, “garantindo a execução integrada das ações de reabilitação física e revitalização económica do centro histórico da cidade de Faro, quer para as iniciativas públicas quer para as privadas”.

Na mesma cerimónia, o Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, ICVM, atribuiu ainda um Certificado de Acessibilidade ICVM, em reconhecimento do “trabalho e planeamento efetuado no que respeita às condições de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.