easyJet cresceu em passageiros no 3º Trimestre - Algarlife easyJet cresceu em passageiros no 3º Trimestre - Algarlife
A easyJet cresceu em passageiros no 3º Trimestre

easyJet cresceu em passageiros no 3º Trimestre

Apesar do difícil ambiente de incertezas económicas e operacionais, no setor da aviação, a easyJet assegura que as ações de gestão já implementadas pela companhia, tendem a assegurar o aproveitamento de oportunidades.

Os resultados trimestrais da companhia, apontam para um aumento do número de passageiros na ordem dos 5,8% para 20,2 milhões, um crescimento baseado no aumento de capacidade de 5,5% para 21,9 milhões de assentos e no aumento de 0,3% na taxa de ocupação, para 92%.

As receitas totais por assento baixaram cerca de 8,3% em moeda constante, ou 7,7% numa base reportada para 54,54 libras por assento. As receitas totais no trimestre registaram uma descida de 2,6% para 1.196 milhões de libras, numa altura em que a capacidade foi influenciada pelo aumento da capacidade geral do mercado e por cancelamentos como resultado de acontecimentos externos significativos.

Performance comercial e operacional durante o período em análise foi impactada pelos ataques de Bruxelas e pala tragédia da Egyptair, por significativa irregularidade devido às greves dos controladores aéreos e pelo congestionamento aéreo, ao fecho de pistas no aeroporto de Gatwick e ao tempo mais austero, que levou a 1.221 cancelamentos.

As melhorias que a easyJet está a implementar e a apresentar aos clientes, assim como outras iniciativas do lado da receita, ajudaram a estimular as reservas, compensando em parte o impacto causado pelas alterações e por outros fatores externos.

Regista-se um sólido controlo de custos, numa altura em que o custo por assento, incluindo combustível, melhorou em 3,8% em moeda constante, devido aos baixos preços de combustível e ao robusto fator de custo associado. O custo por assento da easyJet, excluindo combustível, em moeda constante, manteve-se quase inalterado durante o trimestre, independentemente dos custos de alterações, no valor de 20 milhões de libras, durante o trimestre.

Como descreve a easyJet, o balanço apresenta vantagens. Os depósitos bancários e o dinheiro em caixa situaram-se nos 1.120 milhões de libras e o valor líquido foi de 368 milhões a 30 de junho de 2016.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »