O Doce Conventual foi Rei no fim de semana em Lagoa - Algarlife O Doce Conventual foi Rei no fim de semana em Lagoa - Algarlife
O Doce Conventual foi Rei no fim de semana em Lagoa

O Doce Conventual foi Rei no fim de semana em Lagoa

Mostra do Doce Conventual de Lagoa

Mostra do Doce Conventual de Lagoa

A 14ª. Mostra do Doce Conventual de Lagoa, que decorreu no fim de semana, levou ao Convento de S. José, milhares de visitantes curiosos e de papilas estimuladas, para provar as iguarias, da história secular da doçaria tradicional.

Ficou mais uma vez comprovado que a “Mostra do Doce Conventual de Lagoa”, é um evento sempre muito apreciado, uma mostra de doçaria de muita qualidade, um conceito que está intimamente relacionado com a difusão do açúcar nas cozinhas dos mosteiros portugueses, a partir dos finais do século XVI.

A cerimónia de inauguração decorreu de forma informal e de convívio, com abertura pelo Presidente Francisco Martins acompanhado pelo Presidente do Turismo do Algarve Desidério Silva, pelo Presidente da Assembleia Municipal Águas da Cruz e de todo o Executivo Municipal, que percorreram o certame, apreciando a qualidade e os sabores dos produtos expostos.

Os milhares de visitantes diários puderam no espaço interior e exterior do Convento, desfrutar dos concertos ao ar livre, visitar exposições em todas a alas e ter o privilégio de saborear e comprar todo o tipo de doces, compotas, mel, frutos secos caramelizados, medronho, vinhos do Algarve, chás, ginjinha, chocolate e tantos outros produtos de fabrico regional, para além dos doces que fizeram história na vida das populações, como é caso dos “Dom Rodrigo” que se crê, terem sido criados pelas freiras que habitaram aquele Convento, há mais de duzentos e cinquenta anos atrás.

Este ano, a Mostra do Doce Conventual de Lagoa, contou com a presença de freiras da Ordem de Cister, o que foi muito apreciado e deu um tom de autenticidade e curiosidade ao evento, enquanto jovens, vestidos a rigor, desempenharam e muito bem, os papéis de “freiras” e “frades”, como sempre acontece.

Como diz o povo, os doces devem ser acompanhados por uma bebida licorosa, de preferência de produção caseira, cuja produção continua a ser  um segredo muito bem guardado, com paladares únicos, inebriantes e sedutores.

A Mostra do Doce Conventual teve início há catorze anos, quando a Câmara Municipal de Lagoa, no âmbito do seu programa de atividades culturais, deliberou lançar o evento, realizado nos Claustros do Convento de S. José, num ambiente que fazia o visitante recuar no tempo e na  sabedoria, das freiras na confeção de doçaria desafiante de paladares onde não entravam, apenas e só, o açúcar, os ovos e a tradicional farinha de trigo, mas também o engenho e arte.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.