Assinado o contrato de construção da ETAR Faro-Olhão - Algarlife Assinado o contrato de construção da ETAR Faro-Olhão - Algarlife
Assinado o contrato de construção da nova ETAR Faro-Olhão

Assinado o contrato de construção da ETAR Faro-Olhão

A Águas do Algarve assinou hoje com o Consórcio Oliveiras SA/ Acciona Agua SA, o contrato de construção da nova ETAR Faro-Olhão, em cerimónia que decorreu na sede da empresa em Faro, na presença de Carlos Martins, o Secretário de Estado do Ambiente, ao qual assistiram também, os Presidentes das Câmaras de Faro, Olhão e São Brás de Alportel.

A futura ETAR Faro-Olhão que foi adjudicada pelo valor de 13.900.000,00 EUR, vai situar-se no local da atual ETAR de Faro Nascente, no concelho de Faro, freguesia da Sé, no Sítio da Garganta, área incluída na zona lagunar da ria Formosa.

A nova infraestrutura assegurará o tratamento dos efluentes produzidos nos concelhos de Faro, freguesias União de Freguesias de Faro e União das Freguesias de Conceição e Estoi, no concelho de São Brás de Alportel, freguesia de São Brás de Alportel e no concelho de Olhão, freguesias de Olhão, Pechão e Quelfes.

O processo de tratamento da nova ETAR terá de ser capaz de produzir um efluente final de elevada qualidade, de acordo com os parâmetros definidos pelo Normativo de Descarga imposto, pela Declaração de Impacte Ambiental (DIA).

Face ao elevado grau de complexidade desta obra e exigências ambientais refletidas, a ETAR Faro-Olhão, vai ter capacidade para tratar o efluente de 113.200 habitantes equivalentes. A linha de tratamento será constituída por pré-tratamento com remoção de grossos, gradados, areias e gorduras, homogeneização e equalização de caudais, seguido de elevação intermédia, tratamento biológico, filtração de parte do caudal e desinfeção.

Em mais de quinze anos de atividade, a Águas do Algarve já investiu cerca de 600 milhões de euros que permitiram melhorar as condições de acesso a água potável e assegurar a devolução das águas residuais ao meio hídrico em condições ambientalmente favoráveis, tendo previsto realizar, até 2020, investimentos na ordem dos 88 milhões de euros, com especial enfoque em infraestruturas de saneamento de águas residuais.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.