O Algarve domina o Ranking dos Destinos de Páscoa - Algarlife O Algarve domina o Ranking dos Destinos de Páscoa - Algarlife
O Algarve domina o Ranking dos Destinos de Páscoa

O Algarve domina o Ranking dos Destinos de Páscoa

Lisboa é o destino mais procurado em território português, para o período da Páscoa, mas em termos globais nacionais, o Algarve domina o ranking, com cinco cidades no Top 10: Albufeira, Vilamoura, Lagos, Faro e Portimão.

Segundo o estudo anual do trivago, Londres é o destino mais procurado pelos portugueses, ultrapassando Lisboa no ranking. A capital portuguesa ocupa o segundo lugar da lista, é seguida por Barcelona, Albufeira e Porto. Quanto ao tipo de alojamento, 46% dos viajantes nacionais escolhem hotéis de 4 estrelas.

Depois de ter sido ultrapassada pela capital portuguesa em 2016, Londres volta a ser a escolha número um dos portugueses. De acordo com o estudo anual realizado pela trivago, o Top 10 fecha com Madrid, Amesterdão, Paris, Roma e Ponta Delgada. Amesterdão (222€) é, nesta época do ano, a cidade mais cara da lista, enquanto que Ponta Delgada (83€) é a mais acessível.

Para estes dez destinos, a estadia média escolhida pelos portugueses é de quatro noites e o preço médio selecionado é de 134€ por noite, mais 29 euros do que na Páscoa do ano passado.
Quanto ao tipo de alojamento, 46% dos viajantes optaram por hotéis de 4 estrelas, 23% escolheram hotéis de 3 estrelas e 15% seleccionaram hotéis de 5 estrelas. Destaque ainda para outros tipos de alojamento – tais como hostels, pensões ou apartamentos privados –, que conquistaram 8% dos turistas portugueses.

No panorama geral, é de salientar o regresso de Barcelona e de Albufeira ao Top 5 e de Ponta Delgada ao Top 10, depois de um ano de ausência. A grande surpresa é a saída de Paris da lista dos cinco destinos mais procurados por portugueses, verificada pela primeira vez em quatro anos.

A análise dos destinos mais procurados para a Páscoa foi efetuada com base em todas as pesquisas realizadas no trivago, entre as datas de 19 de janeiro e 11 de março de 2017, com vista aos períodos de viagem compreendidos entre os dias 13 e 17 de abril de 2017. O estudo inclui apenas estadias superiores a uma noite.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.