Alcoutim assinalou a abertura do I Festival Gastronómico - Algarlife Alcoutim assinalou a abertura do I Festival Gastronómico - Algarlife

Alcoutim assinalou a abertura do I Festival Gastronómico

A cerimónia de abertura do 1º festival gastronómico do Concelho de Alcoutim, um evento que pretende divulgar e dar destaque aos sabores da serra e do rio até 18 de maio nos restaurantes do Concelho, decorreu no sábado, 12 de abril, na Escola Básica Integrada de Alcoutim.

Presentes na abertura do certame, estiveram Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), Osvaldo dos Santos Gonçalves presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, David Murta diretor da Escola de Hotelaria e Turismo de Vila Real de Santo António e José Graça, representante da Confraria dos Gastrónomos do Algarve.

Desidério Silva, presidente da RTA, referindo-se à iniciativa, afirmou que “o Algarve, com uma imagem forte em termos de sol, praia e golfe, tem também um conjunto de ofertas diversas, como a gastronomia, que as complementam e que só podem ser aproveitadas, em termos de captação de turistas, se forem dinamizadas”, tendo enaltecido a iniciativa do município no sentido de “promover aquilo em que melhor se pode diferenciar, que são as suas raízes, a sua identidade, a sua cultura, a sua gastronomia”.

“Alcoutim com a realização deste festival está a dar um passo importante para a valorização desta serra, deste rio e, no fundo, deste Algarve”, sublinhou o presidente da RTA.

Para Osvaldo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal, “A realização deste festival tem como principais objetivos a promoção e a valorização da gastronomia do concelho e surge da consciência plena de que a qualidade da nossa gastronomia há muito que merecia ser enaltecida desta forma”. “A Gastronomia é reflexo de cultura de um povo, e é essa cultura, a cultura do saber e do sabor que nós queremos potenciar”, declarou ainda o autarca na sua intervenção.

Seguiu-se um showcooking pelo conceituado chefe de cozinha Leonel Pereira que brindou público e convidados presentes com a sua eloquência na apresentação e mestria na elaboração de três pratos com os quais prestou homenagem ao tema do festival.

Como oradores estiveram ainda Maria Manuel Valagão, do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional que abordou o tema “O património gastronómico enquanto atrativo local” e Jorge Queiroz, diretor do Museu de Tavira e membro da comissão da candidatura reconhecida pela UNESCO, que falou sobre a Dieta Mediterrânica enquanto Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Para finalizar, e como não poderia deixar de ser, foi a vez da doçaria regional que esteve representada por um pudim de mel e azeite e uma torta de alfarroba e amêndoa em túnel caramelizado apresentados pela jovem chefe Milene Nobre e posteriormente degustados por todos os presentes.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.