Albufeira foi o segundo destino mais procurado em 2014 - Algarlife Albufeira foi o segundo destino mais procurado em 2014 - Algarlife

Albufeira foi o segundo destino mais procurado em 2014

Recorrendo à análise das tendências protagonizadas durante o ano pelos mais de 80 milhões de visitantes que consultam o motor de busca todos os meses, o trivago distribuiu esta quinta feira os destaques e momentos-chave do ano de 2014, para o turismo português.

Lisboa, Albufeira e Porto foram os destinos portugueses mais procurados em 2014, um ano muitíssimo positivo para a hotelaria nacional, que registou um crescimento face ao período homólogo de 5,4%, segundo o trivago Hotel Price Index.

Em 2014, ano de recordes para o turismo português, Lisboa reafirmou a sua posição no topo dos destinos mais populares, sendo espanhóis, alemães, franceses, italianos e britânicos os estrangeiros que mais procuraram pela capital portuguesa.

Albufeira e Porto, no segundo e terceiro lugares, respectivamente, completam o pódio, seguidos por Funchal, Portimão, Lagos, Vilamoura, Monte Gordo, Tavira e Coimbra, num claro indicador da importância que a região algarvia tem para a hotelaria nacional.

Em Fevereiro de 2014, o custo das dormidas em Portugal atingiu o mínimo desde 2011, mas o resto do ano acabaria por se revelar um período excepcional para a hotelaria lusa, apresentando um crescimento de 5,4% face ao período homólogo, segundo o trivago Hotel Price Index. Os preços médios nacionais fixaram-se nos 91,17€, por quarto duplo, em 2014, quando no ano anterior apenas atingiam os 86,5€.

Liga dos Campeões, Verão e Passagem de Ano

A capital esteve mais uma vez nas bocas do Mundo em Maio de 2014, ao receber a final da mais importante competição europeia de clubes: a Liga dos Campeões. Como consequência, os hotéis ficaram praticamente esgotados e os preços dispararam a 1 de Maio, a média dos valores cobrados pela noite da final atingiu os 1 427,58€, uma subida de 297% em apenas 30 dias. Este crescimento vertiginoso fica evidente ao recordar que em Abril os preços hoteleiros praticados em Lisboa eram de apenas 109€, em média.

Já na época de Verão, Albufeira foi o destino preferido, revelando-se, com larga vantagem, o local mais pesquisado pelos portugueses para os meses de Julho e Agosto. Portimão, Lisboa e Vilamoura foram outras das localidades favoritas.

Espanhóis, britânicos e franceses dominaram o interesse estrangeiro no nosso país, enquanto os portugueses, lá fora, optaram sobretudo por Espanha.

Foi ainda na época balnear que um aumento de 10% face a 2013 levou os preços médios portugueses para os 115€ por noite, um valor recorde desde que o trivago inaugurou o seu actual método de cálculo, há quatro anos. Em 2013, pela mesma altura, os hotéis praticavam uma média de 105€ por quarto duplo, enquanto em 2012 e 2011 os custos médios eram de 107€ e 108€, respectivamente.

Para as despedidas do ano e entradas em 2015, o Norte esteve em destaque, com o Porto a ser o destino mais procurado pelos portugueses para a passagem de ano.

Segundo o estudo do trivago sobre as tendências de viagem relativas à última festa de 2014, os portugueses foram ainda, das 22 nacionalidades analisadas, aqueles que reservaram por menos tempo, procurando, em média, três noites de estadia para as celebrações de ano novo e dos que gastaram menos dinheiro por noite (99€), apenas atrás de sérvios (86€) e polacos (91€). Britânicos (185€ por noite), noruegueses (179€) e norte-americanos (179€) foram os mais desafogados por essa altura.

O trivago é um motor de busca de hotéis que agiliza o processo de pesquisa e reserva, disponibilizando, em tempo real, os preços que mais de 200 sites de reserva oferecem para mais de 700 000 hotéis. O trivago integra mais de 140 milhões de opiniões sobre hotéis e 14 milhões de fotos. Fundado em 2005, opera em 49 plataformas internacionais e é consultado por mais de 80 milhões de visitantes todos os meses.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »