Albufeira com maior capacidade de alojamento em 2013! - Algarlife Albufeira com maior capacidade de alojamento em 2013! - Algarlife

Albufeira com maior capacidade de alojamento em 2013!

Albufeira foi em 2013, o município com maior capacidade de alojamento, registando cerca de 44 mil camas, seguindo-se Lisboa com 40 mil camas, informa hoje o INE, que divulga os Anuários Estatísticos Regionais.

Segundo os dados divulgados, com uma dotação relevante no contexto nacional, encontravam-se os municípios do Funchal com 19 mil camas, três municípios algarvios, Lagoa, Loulé e Portimão e também o Porto com 12 mil camas.

Em 2013, a estada média nos alojamentos turísticos do país situou-se em 2,9 noites por hóspede. O valor registado para este indicador nas regiões Norte, Centro e Alentejo era inferior à média nacional que registava 1,8 noites em todas as regiões.

Ao nível municipal, registaram-se estadas médias mais longas nos municípios do Algarve e nas regiões insulares.

Com estadas médias superiores a cinco noites por hóspede, destacavam-se os municípios de Lagoa e Albufeira, Nordeste e Lagoa na ilha de São Miguel e o território contínuo formado pelos municípios de Câmara de Lobos, Funchal e Santa Cruz na R. A. Madeira.

A taxa líquida de ocupação-cama nos alojamentos turísticos foi, em 2013, de 39,7%. Neste contexto, destacam-se a Região Autónoma da Madeira, a região de Lisboa e o Algarve por apresentarem valores acima da média neste indicador. Note-se, contudo, que a estada média nos alojamentos turísticos da região de Lisboa com 2,3 noites era inferior aos 2,9 da média nacional.

Em 2013, apenas cinco municípios registaram uma taxa líquida de ocupação-cama superior a 50%: Lisboa (52%) e quatro municípios da Região Autónoma da Madeira – Calheta (54%), Santa Cruz (57%), Funchal (62%), Ponta do Sol (66%).

A taxa de ocupação média nacional (39,7%) foi superada em 25 municípios distribuídos pelas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, Algarve e regiões autónomas. Pertenciam, ainda, a este conjunto os municípios de Castelo de Paiva e de Évora.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »