A Siemens testa detetor de espaços de estacionamento - Algarlife A Siemens testa detetor de espaços de estacionamento - Algarlife

A Siemens testa detetor de espaços de estacionamento

A Siemens lança um novo projeto que vai facilitar a vida aos condutores de automóveis, com um sistema que deteta um espaço de estacionamento desocupado na via pública, reduzindo significativamente o stress de muitos automobilistas.

A empresa tecnológica associada a alguns parceiros já tem em fase de teste e demonstração na cidade de Berlim, o primeiro projeto-piloto do mundo, que visa simplificar a procura de um espaço de estacionamento.

O sistema utliza uma rede de sensores-radar intalados em postes de iluminação de rua, que fornecem informações sobre a ocupação dos espaços para estacionamento, analisando uma área de dimensão superior a 30 metros, que cobre entre cinco a oito espaços de estacionamento.

“Graças ao nosso sistema, a procura por um lugar de estacionamento, que por vezes é stressante, pode agora ser feita de uma forma consideravelmente mais fácil, visto que a informação sobre os lugares de estacionamento disponíveis pode ser transmitida aos condutores, antes mesmo de estes iniciarem a sua viagem”, afirma Jochen Eickholt, CEO da Divisão Mobility da Siemens. Os resultados deste piloto estarão disponíveis em 2016 e deverão comprovar que, reduzindo o trânsito provocado pela procura de estacionamento, o sistema pode ajudar a diminuir as emissões de CO2.

No âmbito do projeto de investigação City2.e 2.0, a Siemens está a demonstrar, através deste projeto-piloto, uma forma mais rápida de encontrar estacionamento junto aos passeios da conhecida rua Bundesallee, em Berlim, em cooperação com o Departamento do Senado do Desenvolvimento Urbano e Ambiental de Berlim (SenStadtUm), o VMZ Betreibergesellschaft mbH, o Instituto para a Proteção do Clima, Energia e Mobilidade (IKEM) e o Centro de Inovação Robótica do Centro de Pesquisa Alemão de Inteligência Artificial (DFKI).




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »