Turismo do Algarve apela ao registo das Camas Paralelas!

10

Desidério Silva o Presidente da Região de Turismo do Algarve lançou um apelo aos proprietários de casas associadas ao aluguer clandestino, para que procedam ao registo das mesmas junto dos respetivos municípios, entrando desse modo na legalidade.

O aluguer de casas não registadas como alojamento local junto das câmaras municipais, representa segundo uma estimativa do Turismo do Algarve, três a quatro milhões de dormidas (camas paralelas) todos os anos, que não entram nas estatísticas regulares.

Entretanto o aluguer clandestino de casas tem crescido, o que origina a perda de receitas para o turismo, alertou o presidente da Região de Turismo do Algarve, em declarações à Lusa, apelando aos proprietários para que inscrevam esses imóveis junto das câmaras municipais.

“Não sendo oficiais, estes alojamentos locais não são contabilizados nas transferências do orçamento do Estado”, afirma o presidente do Turismo regional e quando isso acontece, é o Algarve que fica prejudicado porque “não recebe os meios necessários para promover a região como destino de referência”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.