Turismo continua crescer, confirma-se como motor economico!

Portugal está a seguir uma trajetória positiva como o comprova o registo em todos os principais indicadores, reforçando o crescimento conseguido ao longo do ano, segundo dados divulgados pelo Turismo de Portugal.

Em termos globais e em relação ao período homólogo, de janeiro a novembro de 2013, 2014 apresenta um aumento de 11,7% no número de hóspedes (15,179 milhões), que esteve na origem de 44,058 milhões de dormidas. Os resultados confirmam a trajetória dos últimos dois anos, período no qual Portugal se tem vindo a destacar face aos países que constituem a principal concorrência europeia, com a conquista de quota no competitivo mercado turístico internacional.

Para o Presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo, são “dados muito positivos que refletem, em primeira linha, a qualidade o trabalho das empresas turísticas em Portugal, que têm sabido aproveitar melhor do que os seus concorrentes as oportunidades de mercado. Há muita gente a fazer muita coisa muito bem feita”.

Também o contributo das entidades oficiais a nível autárquico, regional e nacional mereceu o reconhecimento do presidente da instituição: “os organismos públicos ligados ao turismo têm conseguido, de uma forma cada vez mais concertada, melhorar as condições em que os empresários e a iniciativa privada de um modo geral operam, o que constitui uma forma de incentivo ao investimento e à criatividade. Os resultados estão à vista e este espírito de parceria é para continuar”.

No que diz respeito aos dados relativos a novembro de 2014 e em relação ao mesmo mês de 2013, merecem destaque as regiões dos Açores, Lisboa e Algarve que registaram um aumento muito expressivo das dormidas (+ 26,0%, + 15,1% e + 13,7% respetivamente), o que para os Açores reapresenta uma clara inversão da tendência registada nos últimos meses.

A Bélgica liderou o ranking dos principais mercados emissores, com um acréscimo de 57,1% face a novembro de 2013, logo seguida pelo mercado francês (+37,7%). Os 10 principais mercados emissores representaram neste mês 74,2% das dormidas de não residentes.

Novembro manteve-se positivo também para o mercado interno, com um crescimento nas dormidas de 5,9% face ao mês homólogo do ano anterior, um ritmo que, embora menos acelerado que em outubro último, continua a ilustrar o interesse dos portugueses pela descoberta do seu pais.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*