Restauração está a perder 315,5 postos de trabalho por dia!

7

A AHRESP lamenta que mais uma vez tenha tido razão, quando alertou para os níveis de desemprego que seriam gerados no setor da restauração, provocados pelo aumento da taxa do IVA.

Em comunidado a Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, reporta-se aos dados do INE divulgados na passada sexta feira, os quais demonstram que o setor da restauração, “nunca criou tão poucos postos de trabalho como no primeiro trimestre de 2014”.

Segundo a associação, os setores da Hotelaria e Restauração e Bebidas, registavam 257,4 mil postos de trabalho, no primeiro trimestre de 2014, menos 12.800 (-4,7%), face ao período homólogo. A diferença ainda é maior, relativamente ao trimestre anterior, que regista uma perda de 37.200 postos de trabalho (-12,6%).

No semestre acumulado de outubro de 2013 a março de 2014, perderam-se 56.800 postos de trabalho, um aumento de 100% (o dobro), em relação ao período homologo, ou sejam 315,5 postos de trabalho por dia!!!

Infelizmente, esta é a realidade que as empresas associadas da AHRESP sentem na pele, diz o comunicado. Encerramentos e despedimentos diários, tesourarias esgotadas, dívidas sobre dívidas, bens hipotecados, empresários desesperados, que não têm a quem recorrer.

Desde 2011, que a AHRESP alerta o Governo e a Opinião Pública com dados, com estudos, com iniciativas várias, destacando a problemática do IVA, e quão absurda e nefasta esta Taxa tem sido, para este setor estratégico para a economia portuguesa.

“Continuamos sem entender esta indesculpável teimosia governativa perante as evidências”.

A AHRESP afirma que não se demove dos seus propósitos, e tem neste momento a decorrer uma Petição, que irá obter mais assinaturas do que a anterior. Paralelamente, em todo o país, de Norte a Sul, do Litoral ao Interior, no próximo dia 16, pelas 13h, será feito um Brinde para a Reposição do IVA nos 13%. Os clientes (que pagam o IVA), os empresários e os trabalhadores unidos, apelarão, mais uma vez, à razão do governo, “alertando que não conseguiremos aguentar até ao final deste ano”.

Refere-se no final do comunicado que: “Acreditando que TODOS querem um melhor futuro para Portugal, continuamos a acreditar que a reposição do IVA será feita, JÁ”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.