Realojado na Praia de Faro, habitante do Ilhote da Cobra

18

Rogério Bacalhau o Presidente da Câmara Municipal de Faro entregou esta quarta feira, as chaves de uma habitação para alojamento permanente, na zona nascente da Praia de Faro, ao pescador Marcelino Santos, que era o único morador no ilhote da Cobra, uma pequena parcela de terra a nascente da Barrinha da Península do Ancão.

Visando a requalificação e renaturalização dos ilhotes de Altura, Côco, Cobra, Ramalhete e Ratas e da Ilha Deserta, a Sociedade Polis Litoral Ria Formosa lançou um concurso público que prevê um investimento de cerca de 2,2 milhões de euros e que implicará a demolição de todo o tipo de estruturas edificadas naqueles locais.

Nesta situação em particular, a habitação de Marcelino Santos era a única situada em território do concelho e abrangida pela ação de renaturalização da POLIS, pelo que se impunha o realojamento deste morador, com condições de dignidade, assegurando a proximidade do mar, uma vez que este pescador profissional, daí obtem o seu sustento.

O municipio enfatiza que este é o critério que este Executivo defenderá sempre, em relação a matéria que no futuro venha a implicar o realojamento de famílias residentes em primeira habitação, em qualquer área ribeirinha do concelho de Faro.

No comunicado distribuido às redações, o Municipio afirma que “ao atribuir esta casa, com contrato de arrendamento social, a Câmara exerce o seu dever de prestar um serviço de apoio aos munícipes que, como consequência de diferentes fatores, apresentam carências relacionadas com a área da habitação”.

No cumprimento desta política, a Câmara informa que “o processo de integração do Sr. Marcelino tem sido acompanhado de perto pela autarquia, designadamente através do seu Departamento de Ação Social e Educação, o que se manterá nos próximos tempos”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.