Realidade ibérica e comparações no contexto europeu

Os Institutos Nacionais de Estatística de Portugal e Espanha publicam, conjuntamente, a 10.ª edição de “A Península Ibérica em Números/La Península Ibérica en Cifras”, correspondente a 2013.

É assim divulgado um conjunto relevante de indicadores estatísticos oficiais agrupados em 14 temas, que permitem comparar estes dois Países vizinhos e observar a posição de cada um no contexto da União Europeia. Em múltiplos casos, a informação é apresentada com detalhe a nível regional

No final de 2012, a Península Ibérica tinha cerca de 57,2 milhões de habitantes, o que representa uma redução superior a 185 000 habitantes relativamente aos resultados dos Censos da População, realizados em Portugal e em Espanha no ano anterior.

A taxa de crescimento da população em Espanha (12,9 %) foi claramente superior à registada em Portugal (1,9 %), entre 2001 e 2011. Já quanto à taxa de mortalidade infantil, os dois países registaram em 2012 valores muito próximos: 3,4 ‰ em Portugal e 3,5 ‰ em Espanha.

No período 2003-2012, o saldo da balança comercial entre os dois países é claramente favorável a Espanha.

No contexto da UE-27, Portugal registou, em 2012, a 4.ª maior percentagem de população empregada no setor “Agricultura, silvicultura e pescas”: 10,5 %. A Espanha situou-se na 13.ª posição, com 4,4 %.

Em 2012, o Alentejo era a região ibérica (NUTS II) com maior percentagem de população idosa (65 e mais anos): 24,2 %.

No extremo oposto estava a Ciudad Autónoma de Melilla, com 9,9 %. As regiões do sul de Espanha e as não continentais de ambos os países foram as que registaram as menores percentagens
de população idosa.

As conclusões apresentadas são breves exemplos do vasto retrato disponibilizado nesta publicação, que teve como principal fonte de informação o Eurostat para garantir uma maior harmonização dos dados divulgados.

Os INE de Portugal e de Espanha formulam votos para que “Península Ibérica em Números” possa constituir também um estímulo aos/às utilizadores/as para consultarem a vasta informação estatística oficial disponível, gratuitamente, nos sites de ambas as instituições PortugalEspanha  e do Eurostat




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*