Praias do Barlavento intervencionadas em Junho

10

A Agência Portuguesa do Ambiente prevê para Junho a intervenção em sete praias situadas no barlavento algarvio, com uma operação de alimentação artificial e monitorização das arribas, nas praias do Carvoeiro, Benagil, Nova, Cova Redonda, Castelo e Coelha e D. Ana, no sentido de reduzir o risco das arribas e reforçar a segurança dos banhistas.

Segundo Sebastião Teixeira, diretor regional da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em declarações à Agência Lusa, “as praias abrangidas pela intervenção poderão ter que ser encerradas durante 15 dias, na eventualidade dos trabalhos coincidam com o pico do verão, uma vez que os concursos para a adjudicação dessas obras estão na fase final”.

A APA pretende fazer a intervenção em Junho, apesar dos concursos ainda estarem a decorrer e o processo ser moroso, uma vez que após a adjudicação, o Tribunal de Contas ainda tem de dar o visto bom, para que a obra se concretize, o que levaria para setembro ou outubro.

Recorde-se que a APA realizou um intervenção extraordinária na semana passada, uma operação de saneamento em arribas da Praia da Luz e Porto de Mós, devido à aproximação da Páscoa, quando há mais turistas na região, adiantou Sebastião Teixeira.

A obra tem um preço base de 2,1 milhões de euros, um prazo de execução de quatro meses mas prevê-se que os trabalhos tenham uma duração máxima de três meses, o tempo necessário para retirar para operar os cerca de 5.000 metros cúbicos de areia diários, que serão depois colocados no areal.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.