Pedestrianismo em destaque no Baixo Guadiana com as amendoeiras em flor

Por trilhos do Baixo Guadiana com as amendoeiras em flor!

11

Por estes tempos, o Baixo Guadiana fica sob um manto branco e rosa, que floresce em plena serra e barrocal algarvio. Trata-se do melhor pretexto para conjugar a prática física e o lazer numa aventura pelos trilhos pedestres que o território do Baixo Guadiana tem para oferecer.

É precisamente em Janeiro e Fevereiro, meses de frio, que a paisagem do Baixo Guadiana se reveste de um manto branco e rosa, as amendoeiras em flor, um fenómeno que antecipa a Primavera e que atrai residentes e turistas à descoberta do Baixo Guadiana mais puro e natural.

Trata-se de uma oportunidade única de ver/rever o florir das amendoeiras e em simultâneo, respirar ar puro e passear tranquilamente em plena serra algarvia através dos trilhos pedestres implementados pela Associação Odiana. Aqui destaca-se o «Caminho da amendoeira», um percurso pedestre de pequena rota, circular, com uma distância aproximada de 11 km na localidade de Alta Mora, concelho de Castro Marim.

As amendoeiras em flor captam a atenção de visitantes do território bela beleza, mas também pela partilha de mitos, nomeadamente a lenda das amendoeiras que faz do Algarve uma região encantada.

O Baixo Guadiana oferece uma rede de 135 quilómetros de percursos pedestres de pequena rota nos concelhos de Alcoutim, Castro Marim e VRSA, devidamente traçados e sinalizados, que permitem ao visitante conhecer toda a riqueza que a região oferece. São dezanove percursos que redescobrem o património, a paisagem e as tradições de uma região. Ainda no âmbito do pedestrianismo, e para partir à aventura no território, a Odiana implementou recentemente a Grande Rota do Guadiana, uma viagem de 65 km’s pelos três concelhos do Baixo Guadiana.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.