Património islâmico em Silves na “Ruta Al-Mut’amid”!

20

A Rota Al-Mut’amid que divulga o património de origem islâmica em Portugal, integra monumentos em Tavira, Loulé, Albufeira, Paderne, Silves, Sagres e Aljezur, tendo como parceiros os Municípios de Silves e Tavira, a Direção Regional da Cultura, a Associação de Estudos e Defesa do Património Histórico-Arqueológico de Aljezur e a Junta da Andaluzia.

Silves que integra a “Ruta Al-Mut’amid”, disponibiliza junto à Porta da Almedina, um Totem com informação generalista sobre a rota, bem como, nalguns pontos da cidade o caminho para o Centro de Interpretação da Cultura Islâmica, espaço onde o visitante pode obter informações, o desdobrável e a brochura informativa sobre a Rota de Al-Mut’amid do Algarve à Andaluzia.

A rota relembra e homenagea o rei-poeta, nascido nem Beja, governador de Silves e da importante Taifa de Sevilha, figura que evocou a cidade de Silves num dos mais belos poemas que a si alude.

A rota corresponde a um apaixonante percurso, que nasce em terras portuguesas e que através de dois itinerários, abraça o ângulo sudoeste da Península Ibérica, mostrando uma continuidade histórica entre as regiões Alentejana, Algarvia e da Andaluzia Ocidental, porque, na verdade, uma zona do mundo que foi denominada de “Al-Andaluz” num tempo em que uma parte significativa, era governada por Al-Mut’amid.

Esta é uma rota que inclui cidades portuguesas e espanholas, que se destacam pela riqueza da sua história, legada por povos de origens diversas mas que tinham em comum o facto de professarem a religião muçulmana. Em Portugal foram cerca de cinco séculos (VIII-XIII) e nalgumas regiões de Espanha mais de sete séculos de permanência islâmica, que marcaram a paisagem e a cultura.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.