Municipios do Algarve no combate aos incêndios Florestais!

16

A AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, assina esta terça feira (15:00) no Auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR-Alg), em Faro, um Protocolo de Colaboração para constituição do “DECIF 2014”, que visa a constituição de um dispositivo especial de combate a incêndios florestais na Região do Algarve.

Esta parceria entre as Câmaras Municipais da Região, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a Federação dos Bombeiros do Algarve (FBA) e as Entidades Detentoras dos Corpos de Bombeiros, reforça a comparticipação paga pelo Estado aos Bombeiros que integram, nas fases mais críticas, o dispositivo de resposta.

O Algarve, face ao incremento sazonal da população e enquanto destino turístico de excelência, sofre um aumento exponencial de ocorrências no âmbito da proteção e socorro, aumento este, coincidente com o período habitualmente mais fustigado pelos incêndios rurais, para o qual é necessário um Dispositivo Especial, transversal a toda a Região, dedicado em exclusivo aos Incêndios Florestais, que assegure uma capacidade adequada de resposta a este desígnio nacional.

Face à dificuldade no recrutamento de Bombeiros para o DECIF, uma vez que a Região do Algarve oferece oportunidades de emprego sazonais no sector turístico com condições remuneratórias mais aliciantes, foi aprovado por unanimidade, em reunião do Conselho Intermunicipal da AMAL, no passado dia 7 de abril, preconizar um protocolo de colaboração entre as Câmaras Municipais do Algarve, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a Federação dos Bombeiros do Algarve (FBA) e as Associações Humanitárias dos Corpos de Bombeiros, que assegurará um reforço à
comparticipação de €45,00 euros/dia/Homem paga pelo Governo, através da ANPC.

Nesse sentido, os Municípios assumem um valor diário de 15 euros a 716 Bombeiros, num valor total de 317.760 euros a suportar por todas as Câmaras Municipais, equitativamente, o que irá permitir aos Bombeiros do Algarve integrantes do DECIF, usufruir de uma compensação correspondente a 60 euros euros/dia/Homem.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.