Lisboa liderou a subida de preços na Hotelaria em Maio!

13

Lisboa que recebe este mês a final da Liga dos Campeões Europeus é a grande responsável pela subida de preços na hotelaria portuguesa, no mês de Maio.

Segundo o Hotel Price index do Trivago, a hotelaria nacional registou um crescimento positivo nos preços, na ordem dos 8% relativamente ao período homólogo e de 12% face a Abril, com a região de Lisboa a bater o recorde.

Na Europa só Grécia e Malta (+14%) conhecem um aumento de preços maior que o português em relação ao mês Maio de 2013. Lisboa qu recebe este mês a final da Liga dos Campeões Europeus é a grande responsável por esta subida, com +34% face ao período homólogo.

Entre os principais destinos europeus, nenhuma cidade chegou perto do grande aumento de preços registado na capital portuguesa em relação ao ano passado. Sevilha (+28%) e Atenas (+26%) sãos os destinos que mais se aproximam. Na comparação com o mês passado, no entanto, há duas cidades europeias onde se verificam inflações ainda mais impressionantes que em Lisboa (+35%): Copenhaga (+43%), que recebeu este mês o Festival Eurovisão da Canção e Cannes (+42%), onde decorre actualmente o famoso festival de cinema homónimo.

Mas Lisboa não é a única cidade portuguesa com um grande aumento de preços em relação ao ano passado, já que Albufeira (+36%) conhece este mês um crescimento em relação ao período homólogo que ultrapassa, inclusive, o aumento lisboeta, mas com um impacto menor nos preços nacionais por dispor de muito menos unidades hoteleiras. No Estoril (+24%) o aumento também é bastante significativo, com a proximidade do palco da final da Champions a não ser alheia a esta inflação. Entre as principais quebras face a 2013 encontram-se Bragança (-23%), Guimarães (-12%) e Covilhã (-11%).

A nível europeu, destaque para as quebras acentuadas de preços na Turquia (-28%), Rússia (-23%), República Checa (-14%) e Suécia (-14%) em relação ao período homólogo. Em sentido inverso encontram-se Grécia (+14%), Malta (+14%), Portugal (+8%) e Alemanha (+7%). Já no que diz respeito às variações face a Abril de 2014, nenhum país regista uma inflação tão acentuada como a Dinamarca (+29%), seguida por Hungria (+19%) e Irlanda (+18%).




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.