Lagos comemora 441 anos de elevação a Cidade

12

A Elevação de Lagos a Cidade representa um dos momentos mais significativos da história local, constituindo o reconhecimento claro da importância e do trajeto percorrido desde a atribuição do Foral, por D. Manuel I em 1504 até à sua elevação em 1573, por D. Sebastião. Este facto levou à instalação na cidade dos governadores do Reino do Algarve, tornando-a numa das mais importantes localidades que se destacaram na história de Portugal.

Daqui partiram igualmente as primeiras caravelas, abrindo caminho às grandes navegações dos Descobrimentos, e com as mesmas a abertura da Europa e da Cristandade a todo o mundo então desconhecido.

Comemorar esta ocasião é, por isso, motivo de orgulho para todos os lacobrigenses, pois foi graças ao conhecimento, saber, experiência e determinação de muitos que Lagos se tornou num centro privilegiado e de encontro de gerações, culturas e civilizações, que fizeram da Cidade a mais cosmopolita dos séculos XV e XVI, no contexto nacional.

Para assinalar esta efeméride, a autarquia organizou algumas atividades de cariz lúdico e cultural para os dias 25 e 27. Para o dia 25 (Sábado) estão previstas duas iniciativas, a decorrer no Centro Cultural de Lagos: às 18h00, a inauguração da Exposição do LAC “Kick in the Eye”e mais tarde, pelas 21h30, é apresentado o espetáculo “Fado [em] Sinfonia”, organizado pela Academia de Música de Lagos.

Recorde-se, a este propósito, que continua a estar disponível estacionamento gratuito, no Parque do Anel Verde, para todos os munícipes que assistam aos espetáculos noturnos promovidos no Centro Cultural de Lagos (sendo para isso apenas necessário apresentar na portaria o ticket do parque e o bilhete do espetáculo).

Para o dia 27 está prevista uma Ação de Dinamização e Promoção Turística, subordinada ao tema “Património e Reabilitação Urbana de Lagos” e mais direcionada para guias-intérpretes, operadores turísticos, unidades hoteleiras, empresas de animação turística e outras com atuação na área do município.

PROGRAMA:

♦ Dia 25

18h00 | Inauguração da Exposição do LAC “Kick in the Eye”
Centro Cultural de Lagos
Org.: Laboratório de Atividades Criativas
Mais informações em www.lac.org.pt

O LAC convida seis artistas que realizam três residências (cada residência contará com dois artistas participantes, assessorados por um artista local convidado, durante 2 semanas). De cada residência resultará uma pequena exposição que estará patente na Galeria do LAC no edifício LAR. Do final do processo resulta esta exposição onde se mostra a totalidade do trabalho desenvolvido nas três residências.

21h30 | Fado [em] Sinfonia
Centro Cultural de Lagos
Org.: Academia de Música de Lagos
Mais informações em www.academiamusicalagos.pt

Como Património Imaterial da Humanidade, o Fado é uma das mais fortes exportações culturais de tradição oral da Portugalidade. A Academia de Música de Lagos junta-se a um talento emergente do Fado, Ana Pinhal, para a construção de um programa em torno do Fado Tradicional e Novo Fado, com composições e arranjos da autoria de Manuel maio, Bruno Ribeiro e o Ensemble algarvio Gato Malvado.

♦ Dia 27 | 9h30 às 12h00 e 14h30 às 16h00
Ação de Dinamização e Promoção Turística
Tema “Património e Reabilitação Urbana de Lagos”
Locais: Centro Cultural de Lagos e Centro Histórico
Apoio: Hotel Tivoli Lagos

Temas e Oradores:
• 9h30 às 12h00
9h30 – Sessão de Abertura
10h00 – Apresentação das Comunicações:
– “Lagos: O Património Edificado” – Dr. Rui Parreira (Direção Regional de Cultura do Algarve)
– “Lagos: A visibilidade das populações segregadas” – Dra. Elena Móran (C.M. Lagos)
Debate
– “Centro Ciência Viva de Lagos – (também) ao serviço do Turismo Científico e Cultural” – Dr. Luis Azevedo Rodrigues (Centro Ciência Viva de Lagos)

Pausa (almoço livre)

• 14h30 às 16h00
“ARU – Área de Reabilitação Urbana de Lagos” – Arqº Frederico Paula (FuturLagos)
“A Fortificação de Lagos” – Mestre Daniela Pereira
Debate

Após o debate será realizada uma visita orientada ao Centro Histórico de Lagos, guiada pela Mestre Daniela Pereira e pelo Doutor Luis Azevedo Rodrigues, que tem como objetivo orientar o olhar dos participantes para diferentes leituras sobre o mesmo território, cruzando conhecimentos e saberes, aliando a História à Geologia e Paleontologia urbanas.

Destinatários: Guias-intérpretes, operadores turísticos, unidades hoteleiras, empresas de animação turística e outras com atuação na área do município.

Inscrições (gratuitas) até 24 de janeiro para: CML – Serviço de Dinamização Cultural e Turística – Filomena Eufémio (filomena.eufemio@cm-lagos.pt), indicando nome, entidade/empresa que representa e contactos (e-mail e telefone).




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.