International Gourmet Festival 2013, abre portas esta semana!

12

O tempo esfuma-se por entre os segundos que perfazem cada minuto no ritmo da corrida a caminho da hora zero, para o início do International Gourmet Festival 2013, que irá apresentar no Vila Joya Hotel, situado na Galé em Albufeira, o melhor da alta gastronomia contemporânea, naquela que é a sétima edição e que promete ser o evento mais espetacular de sempre, “uma oportunidade para descobrir de que são feitos os sonhos” diz o Book da Dom Perignon.

Desde a sua estreia em 2006, que o International Gourmet Festival, tem crescido a cada nova edição, num somatório de momentos fantásticos, repletos de sensações sublimares pela batuta de Chefs com estrela, verdadeiros artistas e criativos gourmet, que vivem para fazer acontecer magia, em contínuos desafios à libertação do palato, na expetativa do supremo momento.

Na edição 2013, trinta e sete chefs portadores de 60 estrelas Michelin, o símbolo internacional da mais alta qualidade,  que dá aos apreciadores muito exclusivos, a indicação dos seus “paradises gourmet”, reunem no Vila Jóya, para acompanhar Dieter Koschina, o anfitrião deste que é um dos eventos mais emblemáticos da península Ibérica e dos mais importantes da Europa, que só acontece uma vez por ano, mas que a cada novo ano, cresce na ascensão à coroa.

Terça feira, 5 de Novembro, tem início a “prévia” deste importante evento, com a celebração inaugural no Conrad Algarve, a convite do Chef Heinz Beck ***Star Michelin, na qualidade de anfitrião do “Gusto”, o restaurante que marca pela excelência Hilton.

Depois a 7 de Novembro, reativa-se o brilho das luzes e tem início os sons que assinalam a abertura do grande programa, com o jantar de DIETER KOSCHINA & TSUYOSHI MURAKAMI, para o qual, já não há lugares disponíveis.

Mas as reservas também já estão encerradas, com sala esgotada para os dias 9 de Novembro, a noite do Chef BJÖRN FRANTZÉN **Stars Michelin, do restaurante sueco “Frantzén” e o mesmo a 10 de Novembro, a noite do Chef JOAN ROCA ***Stars Michelin, do El Celler de Can Roca de Barcelona.

O programa sucede-se dia após dia com chefs em solitário ou em equipa, para gáudio dos verdadeiros amantes do autêntico prazer à mesa. Tem uma saída a 15 de Novembro, para a Quinta da Malhadinha, onde acontece um almoço muito especial, volta ao Conrad para os almoços de 16 e 17 de Novembro, dia em que regressa ao Vila Joya hotel Restaurant, para o Royal Food Party de Koschina & Friends, num jantar que reune 26 Estrelas Michelin a encerrar o festival.

A 7ª edição do Festival conta com parcerias do maior prestígio, marcas e produtos de referência que se associam ao evento de caraterísticas únicas, como são exemplo a BMW, Dom Pérignon, Oliveira da Serra, Vodafone, Deutsche Bank e Hugo Boss.

Vila Joya Boutique Hotel

[box type=”info” align=”aligncenter” width=”610″ ]O Vila Joya é um hotel boutique e restaurante, conhecido pela “Caixa de Jóias”, epitoto que descreve na perfeição a preciosidade do espaço situado sobre o oceano Atlântico, de arquitetura portuguesa com reminiscências mouriscas e preciosos jardins, onde reúne todos os elementos essenciais ao prazer de um retiro saudável e luxuoso, com quartos e suites, um spa de rejuvenescimento, jardins encantados com acesso à praia e a “haute cuisine” de renome internacional.

Vila Joya é um lugar de culto, onde a manifestação do “prazer gourmet” se transforma num ato nobre .[/box]

Dieter Koschina, chef **Stars Michelin

[box type=”note” align=”aligncenter” width=”610″ ]Dieter Koschina o chef **Stars Michelin, nasceu em Dornbirn, na Áustria e desde 1991, é Chef executivo do restaurante Vila Joya, no Algarve, com 2 estrelas Michelin desde 1999. O curriculum profissional de Dieter Koschina é recheado de experiências vividas em hotéis de renome, como o Souvretta House (81-82), Hotel Panoramique (82-83), Hotel Imperial & Bristol (83-86), Tantris (86-87), Tristan (87–88), Hilton Vienna Plaza (88–89). Na sua cozinha somente utiliza produtos locais do Algarve, associados aos clássicos ingredientes da alta cozinha francesa. Anualmente o Chef Dieter Koschina reúne alguns dos melhores chefs do mundo, no reconhecido “International Gourmet Festival”, num “Tributo a Claudia “, onde chefs de renome mundial, vêm partilhar a sua paixão pela cozinha .[/box]

MICHELIN guia de referencia de hotéis e restaurantes.

[box type=”success” align=”aligncenter” width=”610″ ]Impresso anualmente no maior segredo e com tiragem desconhecida, este guia é o mais respeitado do mundo e premia os melhores restaurantes classificando-os com estrelas (de 1 a 3) que representam o sonho ou o pesadelo de qualquer chef.

Ganhar uma estrela do guia Michelin significa a ascensão do restaurante e de seus chefs ao passo que perder uma delas pode levar à tragédia como aconteceu com o chef Bernard Loiseau, que se suicidou em fevereiro de 2003, com um tiro na cabeça, aos 52 anos, desesperado com o rumor de que o seu estabelecimento perderia a classificação de “três estrelas” no Guia Michelin.[/box]




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.