Eurocidade do Guadiana recebe as III Jornadas do Património

16

A Eurocidade do Guadiana, recebe no final do mês de maio, as III Jornadas do Património Defensivo da fronteira luso-espanhola, uma iniciativa cuja primeira edição decorreu em Badajoz e a segunda foi uma organização conjunta dos municípios de Marvão e Valência de Alcántara, chega agora ao sul da fronteira hispano-lusa, agregando o património defensivo dos três municípios da Eurocidade.

Relativamente à participação de VRSA nas jornadas, estas darão destaque ao património de Cacela Velha, que será debatido em conjunto com o importante património defensivo dos municípios da raia do Guadiana, enriquecidas com um programa de visitas aos locais históricos.

Guillermo Duclos Bautista, representante da comissão organizadora, refere que estas jornadas têm como principal objectivo enaltecer o valor do património defensivo na fronteira luso-espanhola e poderão dar a possibilidade de alcançar a classificação de «Património da Humanidade», por parte da Unesco.

Acrescentou ainda que, na edição anterior das jornadas, os representantes da Unesco propuseram «entender a fronteira no seu conjunto e a sua repercussão no mundo e nas fronteiras que estenderam as colónias dos dois países».

O Presidente da Eurocidade do Guadiana e Alcaide de Ayamonte, António Rodriguez Castillo, referiu que «será uma honra para a Eurocidade acolher umas jornadas com tanto prestígio, pondo à prova a capacidade organizativa dos três municípios (Ayamonte, Vila Real de Santo António e Castro Marim) que integram a Eurocidade do Guadiana».




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.