Cuca Roseta e Orquestra de Sopros do Algarve em Lagoa

Cuca Roseta e Orquestra de Sopros do Algarve em Lagoa

16

cuca-roseta-A4[1] _abO Auditório Municipal de Lagoa recebe no próximo dia 2 de setembro, às 21.30 horas, o espetáculo de Cuca Roseta acompanhada pela Orquestra de Sopros do Algarve, da Academia de Música de Lagos.

Os bilhetes – no valor de 8 euros – podem ser adquiridos, para além do Convento de S. José, na Ticketline, Worten e Fnac.

Cuca Roseta é uma das mais aclamadas fadistas da nova geração. O seu primeiro disco “Cuca Roseta” foi lançado em 2011, a que se seguiu “Raiz”, em 2013. Em 2015 a fadista cantou em mais de 120 concertos, em Portugal e no estrangeiro.

O seu novo disco, “Riu”, tem produção de Nelson Motta, prestigiado compositor brasileiro, apresentando um fado virado para o mundo e onde se notam todas as suas influências musicais. Com um fado mais leve, mais melódico mas intimista, Cuca Roseta dá um passo em frente na composição, através de parcerias com grandes músicos nacionais e internacionais.

A OSA – Orquestra de Sopros do Algarve, sob a direção de João Rocha – com mais de 50 concertos realizados e 60 instrumentistas, é constituída pelos melhores alunos e corpo docente dos quatro estabelecimentos do ensino especializado de música tutelados pela Academia de Música de Lagos.

São muitos os destaques na vida desta Orquestra, nomeadamente: OSA, Carvoeiro – Concelho de Lagoa (2008), com um público estimado em mais de 5.000 pessoas; participação na Festa das Escolas de Música no Centro Cultural de Belém “1001 Músicos no CCB”, sendo a única orquestra selecionada pelo Ministério da Educação a sul do País (2008); convidados especiais de aclamados grupos como “Corvos” (2009), “Nuno Guerreiro” (inauguração do Estádio Municipal da Bela Vista, no verão de 2009) e Cuca Roseta (2015). Possui também um vasto currículo na estreia de obras eruditas de compositores portugueses. De Pedro Louzeiro, “Proclamação”, obra encomendada pela AML para assinalar o Centenário da República Portuguesa (2010) e “Água a Seiva da Terra”, encomendada pela Águas do Algarve, SA para assinalar o Dia Mundial da Água, a 22 de março de 2011, estreada no Teatro Municipal de Faro, com gravação em CD. Do compositor Nuno Rodrigues, a peça “Ti’Anita”, encomendada pela AML, para voz, soprano, acordeão, orquestra de sopros e coro (2013) e, mais recentemente, a estreia da Ópera de Câmara “Gilda das Amendoeiras”, também de Nuno Rodrigues, em maio de 2014. O Fado Sinfónico é uma nova vertente artística desta Orquestra, tendo estreado em novembro de 2013 no Centro Cultural de Lagos com a fadista Ondina Santos, a 25 de abril de 2014, no 40º Aniversário do Dia da Liberdade, com as fadistas Cátia Alhandra, Filipa Sousa e Ondina Santos e, em julho de 2015, com Cuca Roseta, em Faro.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.