Croché repinta Árvores e mobiliário urbano em Sagres

13

A idéia é de Vera Figueiredo, uma artesã residente em Sagres que visa recuperar  e personalizar  locais públicos, levando por alguns dias a criatividade para a rua, jardins e espaços públicos.

Desde o passado dia 12 de fevereiro que a vila de Sagres foi invadida pela arte urbana. Assim, em muitos locais daquela freguesia é possivel apreciar, em espaços públicos, várias aplicações de croché multicoloridas.

A iniciativa envolve um grupo de 11 artistas populares, com idades comprendidas entre os 10 e os 87 anos, que criaram peças artísticas de croché para aplicarem em árvores e mobiliario urbano, como sinais de trânsito e placas de informação turística.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.