Carros low cost para conhecer sítios exóticos da Península

6

Não é novidade que o turismo em Portugal vai de vento em popa há alguns anos. A World Travel & Tourism Council (WTTC) apresentou um estudo que demonstra o crescimento de 8,1% do turismo em 2018 no país. Na prática, essa foi a maior taxa dentre os países da União Europeia. O impacto trazido pelo turismo também faz-se presente na empregabilidade. Atualmente, são contabilizados 1,05 milhões (21,8% da população) de trabalhadores no sector de turismo em Portugal. A economia também demonstra impactos positivos, com um contributo total estimado das atividades turísticas em torno de 19,1%. Ainda neste sentido, o Jornal de Negócios afirma que em 2018 o impacto directo estimado na economia portuguesa foi de 14,3 milhões de euros, sendo que a projecção para o ano de 2019 atinge a expetativa de 15 milhões de euros.

Aparentemente, essa é uma realidade que permanecerá em Portugal por tempo indeterminado, principalmente quando estamos a falar de uma região rica em paisagens, cultura, tradições e história. Portugal encontra-se em um trecho da Península Ibérica, também composta por Gibraltar, Espanha, Andorra e uma pequena porção da França. Conhecer os sítios que fazem parte desta região pode trazer agradáveis surpresas e aprendizados, principalmente quando o roteiro abrange destinos menos óbvios em comparação aos pontos turísticos mais conhecidos. Ainda que diversos destinos sejam possíveis nesta aventura, destacamos a fronteira sul entre Portugal e Espanha.

Carros low cost são a melhor forma de conhecer sítios exóticos da Península Ibérica (Foto: Pexels)

O litoral do Algarve é um dos locais mais famosos dentre os viajantes da Península Ibérica. Os rochedos são esculpidos por entre a areia e até mesmo no meio do mar, dando forma a cavernas, túneis e arcos de pedra. As belezas naturais já conquistaram os europeus há muito tempo, que até hoje vêm desfrutar do clima agradável e das praias paradisíacas no verão. As altas temperaturas que atingem a região são motivo suficiente para visitar o sul português, mas é conveniente lembrar de que a alta temporada atrai muitos turistas, o que pode não agradar quem busca sossego e silêncio. Os meses de julho e agosto fazem do Algarve o destino mais buscado. Já em junho e setembro, as visitas de turismo são reduzidas, mas não a ponto de esvaziar as ruas.

Os 60 quilómetros de costa entre as cidades de Lagos e Albufeira são muito convidativos a explorar os seus sítios de carro. Tours e transportes públicos podem dificultar o acesso às praias e sítios que não são tão populares ou que demandam um pouco mais de tempo para explorar e, nessas horas, a autonomia de um carro é imbatível. É possível alugar um carro em aeroportos como o de Lisboa ou o de Faro e economizar nos deslocamentos intercidades entre os viajantes, o que sai mais em conta em comparação aos autocarros e comboios, como demonstra o site boonzi.pt/viagens-lowcost-lisboa-faro/.

A quantidade de passageiros é uma vantagem evidente na divisão do aluguer de um carro. Mas, ainda que a aventura seja dividida somente entre duas pessoas, hoje em dia há opções de aluguer de carros low cost, oferecidos em sites como o aluguerdecarrosbaratos.pt, que podem ser pesquisados quando estiveres planeando financeiramente o teu roteiro de viagem. A economia deve considerar as taxas de retirada e entrega de veículo, principalmente quando feitas em cidades diferentes, além, é claro, do combustível.

O Algarve é um sítio rico em cultura e atividades (Foto: Pixabay)

A liberdade em viajar por estes sítios de carro é imensa, o que torna a viagem mais agradável e personalizada a gosto dos tripulantes. Além disso, desta forma é fácil adaptar a viagem de acordo com o tempo disponível de férias, idade dos viajantes e interesse nos destinos menos conhecidos. Há sites que dão dicas de roteiros curtos e longos, o que é de grande ajuda, considerando que a Península Ibérica comporta um território demasiadamente grande.

Os roteiros de carro para o Algarve podem iniciar desde Lisboa ou Porto, caso o tempo disponível para a viagem seja maior. No entanto, também é possível seguir diretamente de avião ao Algarve e lá fazer o aluguer do veículo. O aeroporto de Faro recebe o terceiro maior volume de tráfego aéreo de Portugal, estando atrás apenas do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. Com a alta de movimentação de turistas, provavelmente relacionada às companhias aéreas low cost que operam neste sítio, as estruturas do aeroporto de Faro foram actualizadas, trazendo mais conforto aos viajantes que vêm de toda a Europa.

O Algarve é um sítio rico em cultura e atividades. Se buscas por alta gastronomia e bons vinhos, podes visitar quase todos os sítios da região, pois certamente encontrarás boas opções. Podes também relaxar nas areias da praia ou nas ondas do oceano, visto que trata-se de um sítio com natureza abundante. Com tantas opções e paisagens deslumbrantes, fica difícil responder por que não ir ao Algarve.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.