Baja Terras de Alcoutim 2014 foi apresentada na BTL

8

A Baja Terras de Alcoutim, prova a contar para os principais campeonatos de TT que está agendada para 31 de maio e 1 de junho, uma organização do Clube Automóvel do Algarve, que conta com o patrocínio de Solverde-Casinos do Algarve e o apoio da Câmara Municipal de Alcoutim, foi apresentada na passada sexta feira, no espaço Algarve da BTL 2014, a Feira de Turismo de Lisboa, que encerrou portas no domingo.

Na apresentação da prova para 2014, foi divulgado que a organização optou por manter o esquema das últimas épocas, oferecendo aos participantes uma prova em linha, acessível no capítulo das assistências e atrativa nas características do terreno.

A baja terá início com o prólogo no sábado à tarde (31/Maio), com um novo traçado, nas proximidades de Martinlongo, percorrido duas vezes por todos os concorrentes, no domingo (1/Junho), será o tempo do percurso seletivo, com aproximadamente 300 quilómetros para os automóveis e 230 para o restante pelotão.

Com percursos distintos entre as categorias, a ação divide-se entre as localidades de Martinlongo e Pereiro, onde decorrem as partidas e chegadas dos setores seletivos. O Parque de Partida e o Parque Fechado são no Cais do Guadiana, o secretariado e o Gabinete de Imprensa terão como base, o Centro Náutico em Alcoutim.

Osvaldo Gonçalves, o Presidente da Câmara de Alcoutim, que também interveio na apresentação da prova, destacou a importância deste evento para o seu concelho, considerando que estão reunidas as condições para um sucesso duradouro.

Mantendo a aposta na comunicação, o CAAL disponibiliza uma página especifica onde divulga toda a informação essencial sobre a Baja, que pode ser acedida através de QR-Code para os smartphones. Os visitantes da página online da CAAL, encontram para além do Guia de Prova, as atualizações constantes dos resultados oficiais nas principais redes sociais.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.