AMAL preocupada com o andamento das obras da EN 125!

11

A AMAL pela voz de Jorge Botelho o seu presidente, mostra-se preocupada com o andamento das obras de requalificação da EN 125, entre Olhão e Vila Real de Santo António, obras que apesar das garantias da concessionária e das declarações do Presidente das Estradas de Portugal, continuam praticamente na estaca zero.

Com exepção para a presença de meia dúzia de trabalhadores e duas máquinas, que se vêem na variante norte de Faro, desde hà alguns meses, sem que se perceba algum avanço, tudo o mais está completamente parado, com a Rotas do Algarve Litoral, a concessionária, a responder à Agência Lusa que as intervenções na variante, “estão a decorrer com normalidade” continuando a apontar o mês de maio de 2015, para a conclusão da obra.

Jorge Botelho diz entretanto à Lusa, que: “da intervenção global, a única pequena movimentação é na Variante Norte a Faro, que de alguma forma tem pessoas no terreno, mas sem uma grande frente de obra”, adiantando que: “Eu quero ver as obras no terreno para acreditar que elas estão a acontecer e espero que a requalificação global da EN 125 termine, como foi anunciado, no primeiro trimestre de 2016”, declarou.

As obras de conclusão da Variante Norte a Faro que a par das variantes do Troto em Almancil e de Lagos, são da responsabilidade da concessionária, terão supostamente, recomeçaram no passado mês de agosto, três anos depois de terem sido suspensas devido a dificuldades financeiras, mas no terreno não se vislumbra qualquer avanço.

Com a renegociação dos contratos, a Estradas de Portugal (EP) voltou a assumir a responsabilidade da requalificação da EN 125 entre Olhão e Vila Real de Santo António, mas a obra ainda não avançou porque aguarda pelo visto do Tribunal de Contas, o que não se aplica às obras nas variantes, que são responsabilidade da concessionária.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.