Algarve com boas perspetivas no combate à sazonalidade!

12

As perspetivas em termos de atividade turistica para o Algarve, resultantes do combate a uma sazonalidade que nos últimos anos tem sido madrasta, são ao que tudo indicia, motivadoras e capazes de originar a tal volta nos gráficos, mas… as opiniões divergem, relativamente às causas promotoras dessa retoma.

Mas não tenhamos dúvidas, que a projeção que o Algarve tem estado a ganhar, tem sobretudo a ver com o fato de ser um destino próximo, seguro e de muita qualidade, a que não é alheia a dinâmica imprimida por entidades públicas e privadas, que tem desenvolvido um esforço meritório e granjeado um importante reconhecimento para a região, como o demonstram os prémios e galardões cuja repercussão, tem chegado aos mercados emissores que mais nos interessam.

É fato que a situação em alguns países que habitualmente eram destinos previlegiados para determinados públicos do inverno europeu, enfrentam hoje convulsões de natureza interna, causadoras de retração no turista comum, que apenas está interessado em gozar alguns dias de descanso, sem susceptibilidades de qualquer natureza.

Mas apesar dessa realidade também contribuir de alguma forma para o previsivel crescimento do Algarve, na temporada que se aproxima, não devemos esquecer que existem multiplos destinos desviantes, porque como sabemos, os mercados emissores, beneficiam hoje da proliferação do Low Cost no transporte aéreo, o que lhes abre um leque de sugestões e programas atrativos, a nível planetário.

No entanto e apesar dessa parafrenália de ofertas e propostas de sonho, a entrar a cada minuto pelos olhos e ouvidos de qualquer cidadão do mundo, situado em qualquer ponto do planeta, o Algarve cresce e se cresce, é porque é efetivamente um destino de muita qualidade, com estruturas, meios, programas e respostas, capazes de satisfazer as exigências mais apuradas, que é o que importa hoje em dia, ao turismo de inverno.

Carlos Santomor




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.