A Ponta da Piedade “it’s so beautiful” no Huffington Post

16

A praia da Ponta da Piedade em Lagos “é provavelmente a praia mais bonita do mundo” escreve a jornalista Suzy Strutner na edição desta terça feira (15) na seção de viagens do norte americano “Huffington Post”, um dos jornais online mais populares nos USA.

Suzy ficou de tal forma encantada e surpreendida quando “tropeçou” com  aquele recanto da costa algarvia, que não resistiu a envir o seu trabalho para o jornal com o título “Ponta Da Piedade Could Very Well Be The Most Beautiful Beach On Earth”.

As altíssimas “falésias rochosas que quase tocam o céu azul”, os nomes típicos dados pelos pescadores a cada formação, a quantidade de cavernas, grutas e arcos na rocha, que se podem apreciar de barco, quando se navega naquela água cristalina, foram o cenário de encanto qu não a deixou infiferente.

E para rematar, Suzy Strutner fecha com uma frase que diz bem das caraterísticas da Ponta da Piedade em Lagos e da impressão surpreendente que esta estimula nos visitantes “It’s kinda hard to look at, it’s so beautiful”.

C.M.

Sobre a Ponta da Piedade

[box type=”shadow” align=”aligncenter” width=”620″ ]in: Turismo do Algarve: Perto do Farol quase centenário, uma longa escadaria leva até ao mar, onde alguns mareantes recebem nos seus barcos passageiros que desejam conhecer as furnas e as esculturas talhadas pelo mar na massa rochosa do miocénico, cujos nomes, são exemplos do incessante trabalho do mar interpretado pela imaginação das gentes locais.
Com uma magnífica vista sobre o Atlântico e as formas das falésias, esculpidas pelo mar e pelo tempo, a Ponta da Piedade constitui um cenário edílico de rochedos recortados em constante contraste com o azul esverdeado das águas.
Situada a dois quilómetros de Lagos, na Costa d’Oiro, e repleta de grutas, baías desconhecidas e praias tranquilas, a Ponta da Piedade é particularmente atraente quando vista a partir do mar.
Uma longa e estreita escadaria conduz a uma pequena enseada, onde barcos pitorescos esperam pelos visitantes que pretendem explorar este paraíso natural. Nestas viagens, os pescadores experientes que conduzem os barcos, contornam as gigantescas esculturas de pedra, ao mesmo tempo que desvendam os seus segredos e revelam os seus nomes.
General De Gaulle, Chaminé, Catedral, Belas-Artes, Camelo, Museu, Submarino, Cozinha e Gruta dos Amores são alguns dos nomes destas rochas disformes que os pescadores vão perpetuando.
A enriquecer todo este cenário, estão todas as aves que aqui têm o seu habitat. A pouca distância da linha da costa existem diversos ilhéus em cujas encostas é comum ver ninhos de Falcões-Peregrinos, Corvos, Gralhas-De-Nuca-Cinzenta, Andorinhões Reais e Andorinhões Pálidos, bem como uma colónia de Garças Brancas e Carraceiros.
Quem tiver força para subir 182 degraus pode desfrutar, do alto do farol, da vista para o promontório que recebeu o nome de Ponta da Piedade e que marca o limite entre a terra e o mar.[/box]




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.