A Algarve Nature Week atraíu milhares de visitantes!

16

A primeira edição da Algarve Nature Week, evento que decorreu na região durante nove dias, mostrou a beleza natural do destino a milhares de pessoas que procuraram atividades ao ar livre com descontos especiais.

Entre 11 e 19 de abril, foram cerca de 130, as propostas demonstrativas de que o Algarve é muito mais do que praia e pode ser a melhor opção, para projetos de férias na natureza, o ano inteiro.

São os números do balanço da Algarve Nature Week, organizada pela primeira vez este ano pela Região de Turismo do Algarve (RTA).

Só pela mostra de atividades de natureza que ocupou o Parque Ribeirinho de Faro entre 17 e 19 de abril passaram seis mil visitantes e 500 alunos das escolas da região.

As experiências disponíveis nestes três dias esgotaram num piscar de olhos e poucos foram os que resistiram ao charme dos burros mirandeses e ao prazer de chapinhar na água de uma piscina durante um batismo de mergulho.

Mas estas foram apenas duas das atividades agendadas para a mostra onde estiveram 60 expositores. Percursos pedestres, passeios de jipe até às ruínas de Milreu, de bicicleta ou de barco pelos canais da ria Formosa, observação de aves, montar a cavalo em volteio, workshops e jogos encheram o programa de fim de semana de muitos residentes e turistas.

E se aos três dias da mostra se adicionarem os restantes seis da Algarve Nature Week, as propostas duplicam e o número de participantes no evento cresce: «os números totais de reservas de atividades de natureza e de alojamento estão a ser apurados. Temos já a clara noção de que o evento gerou maior procura por este produto turístico e pelas empresas aderentes», afirma o presidente da RTA, Desidério Silva.

A Algarve Nature Week quis promover a beleza natural do Algarve e as características únicas que a região oferece para a prática de desporto ao ar livre. Com 19 áreas classificadas (cinco protegidas e 14 integradas na Rede Natura 2000), o Algarve tem cerca de 40 por cento de área com estatuto de conservação, o que para Desidério Silva «consagra a importância biológica e paisagística da região em termos europeus», adianta o presidente.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.